As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O pênalti do Pato

Luiz Zanin Oricchio

25 de outubro de 2013 | 11h24

Não tem meio termo: o pênalti cobrado de cavadinha ou humilha o goleiro ou faz o batedor passar vexame.

Pato errou a cobrança. Acontece. Mas devia ter pensado, antes, que iria bater contra um goleiro frio como o Dida. O homem não se mexe. Espera a cobrança. E, quando um goleiro espera a cobrança, diminuem muito as chances de a cavadinha ter sucesso. Faltou essa manha ao Pato. Imagino que, mesmo que tivesse batido como queria, certinho na bola, Dida defenderia.

Neymar também errou um pênalti assim, recentemente, e o goleiro ainda o humilhou fazendo uma embaixadinha com a bola dominada.

Quando dá certo é uma maravilha. Lembrem-se das cobranças de Djalminha.

Ou aquela de Zidane, contra a Itália, numa final de Copa do Mundo!

Pato foi ingênuo. E presunçoso. Está pagando o preço.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.