As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que o nome dele é Neymar

Luiz Zanin Oricchio

29 de julho de 2012 | 13h36

A atuação do Brasil hoje diante da Bielorrúsia me lembrou de um antigo comentário de João Saldanha quando a seleção enfrentou a antiga Iugoslavia. 

Perguntaram a João por que o Brasil havia vencido. Respondeu no ato: “porque o Zico se chama Zico. Se chamasse Zicovich, a Iugoslávia teria ganhado o jogo.”

Tão decisiva quanto a atuação de Zico naquela partida foi a de Neymar nesta. Infernizou os adversários com seus dribles, deu o passe para o primeiro gol, de Pato, marcou o segundo de falta, e meteu de calcanhar para Oscar fazer o terceiro. Acabou com o jogo. Já seu parceiro de time, Ganso, quando teve chance se escondeu. 

A seleção evoluiu. Pato foi bem e mesmo as mexidas de Mano foram ousadas, o que não é seu forte.  

Mas o grande nome é mesmo Neymar. A continuar desse jeito, se o Brasil chegar ao ouro será graças a ele. 

Tudo o que sabemos sobre:

futebol

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.