As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sexta no Canadá, Ana Marcela vê título da Copa do Mundo ficar longe

Demétrio Vecchioli

13 de agosto de 2013 | 00h51

Ana Marcela

Depois de ganhar duas medalhas no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona, Ana Marcela Cunha não foi bem na sua volta à Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas. Sábado, no Lago Megantic, no Canadá, obviamente cansada, a brasileira foi apenas a sexta colocada da sexta etapa da competição em que ela defende o título conquistado no ano passado.

Ana Marcela liderava a Copa do Mundo até a quinta etapa, realizada durante o Mundial de Esportes Aquáticos, no dia 25 de julho (dois dias depois dos 10km na Espanha). A norte-americana Emily Brunemann venceu no Lago St-Jean, também no Canadá, e passou a brasileira.

Neste sábado, a vitória foi da italiana Martina Grimaldi, que empatou com Ana Marcela na pontuação geral, em segundo, com 66 pontos. Brunemann foi a terceira colocada e chegou 86. Faltando duas etapas para o fim da Copa do Mundo, ela é ampla favorita ao título. Uma vitória vale 20 pontos.

No masculino, o Brasil teve desempenho melhor no Lago Megantic. Samuel de Bona faturou a medalha de bronze na prova vencida pelo alemão Thomas Lurz, seguido do seu compatriota Christian Reichert. Os três completaram praticamente juntos e a vitória foi decidida na batida de mão. Allan do Carmo, acabou na sétima posição, meio minuto atrás.

A etapa da Copa do Mundo, porém, teve pouquíssimos participantes. No feminino, só nove completaram (Marianna Souza, aliás, foi a nona, 20 minutos atrás de Ana Marcela). No masculino, foram 17. Matheus Costa foi o 16º, a 24 minutos dos líderes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: