As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil consegue sexto lugar por equipe no tiro com arco em Medellín

Demétrio Vecchioli

22 de julho de 2013 | 03h13

Tiro com Arco

O Brasil mostrou evolução na segunda etapa da Copa do Mundo de Tiro com Arco, encerrada neste domingo, em Medellín. Desta vez quatro brasileiros terminaram entre os 32 primeiros, uma evolução em relação à segunda etapa, quando só um chegou à fase que precede às oitavas de final. Por equipes, as mulheres terminaram em sexto.

Na fase de classificação, o melhor foi Daniel Xavier, em 18º. Marcos Bortoloto passou em 43º e Fabio Emilio no 45º lugar. Nos mata-matas, Fabio perdeu para um chinês, mas Daniel passou por um porto-riquenho e Marcos venceu um indiano. Mas ambos seriam eliminados na sequência, respectivamente por um francês (7 a 3) e um holandês (6 a 2). Os dois algozes, depois, chegariam até as semifinais.

No feminino, participação parecida. Ane Marcelle (26ª), Sarah Nikitin (28ª) e Marina Canetta (33ª) avançaram com posições parecidas e colocaram o Brasil em sexto por equipes. Na primeira eliminatória, só Ane foi eliminada, surpreendida por uma guatemalteca. Marina e Sarah passaram, respectivamente, por uma indiana e uma dominicana. Na sequência, porém, elas perderam para uma chinesa e uma mexicana.

Por equipes, os homens, que passaram de fase em nono, perderam da Colômbia no primeiro mata-mata. As mulheres, sextas, venceram o Chile, caindo diante dos EUA, nas quartas. Já na disputa mista, o Brasil, décimo na fase de classificação, parou na Rússia, ainda nas oitavas.

Vale destacar que o Brasil terá equipe completa nos Jogos do Rio. E, destas provas, só a mista não faz parte do programa olímpico.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: