As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil coloca um entre os 32 melhores em Copa do Mundo de Tiro com Arco

Demétrio Vecchioli

13 de junho de 2013 | 23h50

Créditos: divulgação Archery Wolrd Cup

Créditos: divulgação Archery Wolrd Cup

Treinada pelo britânico Richard Priestman, duas vezes medalhista olímpico (1988 e 1992), a seleção brasileira de tiro ao arco conseguiu bons resultados na segunda etapa da Copa do Mundo da modalidade, que está sendo disputada em Antalya, na Turquia.

Destaque principalmente para Bernardo Oliveira, que avançou para ficar entre os 32 melhores classificados (empatado em 17º com outros 16), apesar de ter sido apenas o 44º na fase de classificação. Ele caiu diante do indiano Atanu Das, na terceira fase.

Também no masculino, o Brasil teve Marcos Bortoloto eliminado na segunda fase, Fabio Emilio e Daniel Rezende Xavier ainda na primeira rodada. Vale lembrar que Rezende, que foi aos Jogos de Londres e terminou em 33º, é o melhor brasileiro no ranking mundial, em 44º.

Na primeira etapa da Copa do Mundo, em Xangai, em meados de maio, Marcos, Bernardo e Daniel caíram na segunda rodada. Fábio, na primeira. Os três melhores compuseram a seleção brasileira por equipes.

No feminino, na Turquia, Sarah Nikitin e Ane Marcelle Gomes dos Santos caíram na segunda rodada. Sarah é a melhor do País no tiro ao arco, no 57º lugar do ranking mundial. Em Xangai, caiu na primeira rodada. Ana Marcelle, na segunda fase.

Nos Jogos do Rio, o Brasil terá direito a três atletas por naipe, para poder disputar por equipes também.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.