As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil fatura prata no Circuito Mundial de Tênis de Mesa

Demétrio Vecchioli

22 de fevereiro de 2015 | 12h27

Não deu para os brasileiros na final de duplas da etapa de Doha (Catar) do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Neste domingo, Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi não repetiram as boas atuações de sábado e perderam para Marcos Freitas (Portugal) e Andrej Gacina (Croácia) por 3 sets a 0, parciais de 11/3, 11/5 e 12/10, ficando com a medalha de prata.

O resultado, de qualquer forma, é bastante expressivo. Calderano, de apenas 18 anos, e Tsuboi jogam juntos há pouco tempo e devem formar a dupla brasileira na disputa por equipes nos Jogos do Rio/2016 – a competição tem formato semelhante à Copa Davis, no tênis, com melhor de cinco jogos, sendo um de duplas.

A final foi a primeira de uma dupla brasileira no Circuito Mundial fora do Brasil. Em Doha, estavam presentes boa parte dos melhores não chineses do mundo. Freitas, por exemplo, é o 10.º do ranking de simples, enquanto Gacina é o 28.º. Não existe um ranking de duplas.

Neste domingo, Calderano e Tsuboi foram presa fácil no primeiro set. Conseguiram reagir no início do segundo, mas logo viram os europeus virarem e dispararem no placar. Só o terceiro set foi equilibrado. No último ponto, os brasileiros tentaram pelo menos dez ataques, com Freitas e Gacina defendendo bem e esperando o erro, que veio com Calderano.

Em grande fase, o Brasil atualmente tem três atletas no top100 do ranking mundial: Gustavo Tsuboi (44.º), Calderano (70.º) e Cazuo (89.º), além de Thiago Monteiro no 145.º lugar. Em simples em Doha, porém, ninguém chegou à fase de 16avos de final (anterior às oitavas).

Tudo o que sabemos sobre:

Gustavo TsuboiHugo Calderanotênis de mesa