As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil fecha Latino-Americano de Tênis de Mesa com cinco medalhas de ouro

Demétrio Vecchioli

27 de março de 2013 | 15h35

Caroline Kumahara recebe orientações de Hoyama

Caroline Kumahara recebe orientações de Hoyama

O Brasil participou com uma equipe mesclada entre veteranos e novatos do Campeonato Latino-Americano de Tênis de Mesa, na semana passada, em El Salvador. Apesar dos títulos por equipes nos dois naipes, nem tudo foram flores para o Brasil.

No masculino individual, Thiago Monteiro e Cazuo Matsumoto eram cabeças de chave. Thiago (114 do mundo) foi eliminado pelo argentino Pablo Tabachnik (432), por 4 a 2, nas quartas de final. Cazuo (91) perdeu na decisão para o paraguaio Marcelo Aguirre (208), por 4 a 1.

A vitória de Aguirre foi uma resposta à derrota dele na final do sub-21 para Vitor Ishy (442), por 3 a 0. Mas o paraguaio fechou o Latino em vantagem sobre o Brasil, uma vez que na semifinal havia vencido Eric Jouti (434).

Nas duplas, o Brasil entrou só com a mais jovem, formada por Vitor e Eric. Perdeu logo na estreia, diante de uma dupla colombiana. Por equipes o Brasil foi ouro vencendo Porto Rico, Guatemala, Venezuela, Chile e Argentina. A dupla brasileira foi formada por Eric e Cazuo.

FEMININO – O time comandado por Hugo Hoyama foi melhor. Tanto que chegou com quatro atletas às quartas de final no individual: Katia Kawai (439), Lígia Silva (258), Jéssica Yamada (311) e Caroline Kumahara (176).

Katia, que havia vencido a favorita dominicana por WO, caiu diante de uma chilena e Jéssica perdeu para uma mexicana.  Carol e Lígia fizeram a final, com vitória da mais jovem por 4 a 1.

No sub-21, Katia e Carol foram surpreendidas por peruanas: Melaine Diaz e Francesca Vargas, respectivamente.

Nas duplas, decepção também, com as mais jovens perdendo para as argentinas e as adultas sendo surpreendidas pelas chilenas, que elas já haviam vencido na final por equipes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.