CBBoxe finalmente torna público doping no boxe
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

CBBoxe finalmente torna público doping no boxe

Demétrio Vecchioli

13 de janeiro de 2014 | 12h07

Entre o Olimpílulas revelar com exclusividade que três atletas haviam sido pegas em exame antidoping no Campeonato Brasileiro de Boxe e a CBBoxe emitir nota oficial no seu site informando a suspensão das atletas passaram-se longos 25 dias. Neste domingo finalmente a entidade se pronunciou.

Rosilaine Volante, que venceu na categoria olímpica de até 60kg, está suspensa por um ano e quatro meses pelo uso de hidroclorotiazida – diurético. Sara Andrade Varela, eliminada na semifinal na até 64kg, foi punida com dois anos por uso de metilhexancamina e sibutramina, além de estanozolol – doping clássico para ganhar performance.

Já a ex-campeã mundial da categoria até 81kg, que foi vice na até 75kg no Brasileiro, Roseli Feitosa está suspensa por um ano por hidroclorotiazida e sibutramina. Vale lembrar que o blog contou que a Roseli agora trabalha na Oscar Freire como lojista para ter uma fonte de renda.

Todas as punições, porém são retroativas a junho. Isso significa, por exemplo, que Roseli já pode competir em junho do ano que vem. O Mundial ainda não tem data confirmada, mas deverá ser no segundo semestre. Ela lutaria sem problemas. Lutaria também o Brasileiro, se ele for realizado uma semana depois do que foi este ano.

Na prática, ela não deverá perder nenhuma competição importante, até porque está fora da seleção. Não lutou nos Jogos Abertos do Interior de São Paulo, no fim do ano passado, apenas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: