As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cielo abre temporada com segunda derrota seguida para rival

Demétrio Vecchioli

15 de fevereiro de 2014 | 09h39

Cesar Cielo pode até ser o campeão e recordista mundial dos 50m livre, mas já são duas provas seguidas em que ele é derrotado por Bruno Fratus. Na noite desta sexta-feira os dois nadaram lado a lado no Grand Prix de Orlando (Estados Unidos) e Fratus levou a melhor, com o tempo de 22s00, deixando para trás Cielo, que completou em 22s15.

Os dois competiram por equipes norte-americanas. Fratus, que defende o Pinheiros no Brasil, mas que tinha sua base na Itália, agora treina em Auburn, antiga casa de Cielo nos EUA. Já o campeão mundial faz parte do Mesa Aquatics, do Arizona, tendo migrado para lá com o seu técnico, o norte-americano Scott Goodrich, ex-colega de Auburn.

Curta o Olimpílulas no Facebook e siga no Twitter.

As marcas feitas nesta sexta-feira em Auburn deixam Fratus como o terceiro e Cielo o quarto mais rápidos de 2014 até aqui, numa temporada que está só começando, sem nenhuma prova forte na Europa ainda. O australiano James Magnussen lidera com 21s88, seguido por Nathan Adrian (EUA), com 21s89.

Cielo, que pediu dispensa de nadar os Jogos Sul-Americanos, mês que vem, em Santiago, já havia perdido para Fratus no Troféu Daltely Guimarães, em dezembro, em Porto Alegre. Na ocasião, Fratus voltava de uma lesão no ombro que o tirou do Mundial de Barcelona e marcou 21s82, sendo 10 centésimos mais rápido que o rival.

ATUALIZAÇÃO – Sem Fratus para atrapalhar, Cielo mostrou que quer voltar a nadar os 100m e venceu a distância em Orlando com 49s28, fazendo o nono melhor tempo de 2014. Desde meados de 2012, quando ficou sem medalha nos Jogos de Londres, ele não disputava essa distância. Fratus nadou a final B, com 50s48, equivalente ao quinto lugar na final A. Esse posto, aliás, foi de outro brasileiro: Thiago Sickert, com 51s07.

Mais esporte olímpico do fim de semana: Base da seleção feminina de handebol é desfeitaAtletismo tem duas quebras de recorde sul-americanoJudô fatura sete medalhas na Europa

OUTROS RESULTADOS – O GP de Orlando começou na quinta-feira com medalha brasileira. Felipe Lima, bronze no Mundial, foi prata nos Estados Unidos nos 100m peito, com 1min01s85, perdendo apenas para o norte-americano Mike Alexandrov. Thiago Sickert acabou em sétimo nos 100m borboleta.

Já nesta sexta-feira Felipe Lima nadou os 200m peito, prova que não é sua especialidade, e terminou na quarta colocação, com 2min16s48, depois de cansar nos últimos 50 metros e perder a segunda colocação. A juvenil Fernanda Delgado acabou em sétimo nos 50m livre (26s02), enquanto Luiz Pedro Pereira foi sexto nos 200m borboleta.

E tem mais resultados dos esportes olímpicos: Ciclo de veteranos no taekwondo fica perto do fimCalderano é bronze e volta a fazer história no tênis de mesa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.