As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com russa, Juliana volta às areias com título em Anapa

Demétrio Vecchioli

22 de julho de 2013 | 02h34

Juliana ao lado da parceira em areias russas

Juliana ao lado da parceira em areias russas

Excluída da seleção brasileira, Juliana, a melhor jogadora de vôlei de praia do mundo, voltou à areias neste fim de semana, depois de três meses sem jogar. Ela participou de uma etapa do Circuito Russo. Ainda patrocinada pelo Banco do Brasil (patrocinador master da CBV), venceu em Anapa jogando ao lado Maria Prokopeva. Detalhe: como a russa é maior, a brasileira atuou na defesa.

Mas não foi só Juliana que jogou no fim de semana. Os oito nomes das seleções tanto masculina quanto feminina parecem bem definidos (e a primeira dupla reserva também). Mesmo assim, existe uma infinidade de atletas que buscam um lugar ao sol. Boa parte deles está disputando o Challenger, torneio de segundo nível do calendário brasileiro e que teve sua terceira etapa neste fim de semana, em Teresina (PI).

No masculino, o título ficou com Léo Gomes/Daniel Souza, que venceu Fernandão/Bruno e conquistou o segundo título em três etapas – eles também foram campeões em Campo Grande, em maio. Ícaro/Renatão e Harley/Benjamin ficaram nas quartas de final em Teresina, mesmo desempenho de Gilmário/Alisson.

Em Sinop (MT), um mês atrás, os campeões haviam sido Fábio Luiz e Oscar, vencendo Léo Vieira e Anderson Melo. Harley/Benjamin e Gilmário/Thiago fizeram semifinal. Léo Gomes e Daniel Souza, na ocasião, pararam nas oitavas.

No feminino, Ângela/Val venceu em Teresina, passando por Rebecca/Neide na decisão. Diferente dos homens, porém, não há um grande número de jogadoras com condições de chegar à seleção brasileira. Destaque para Vivian/Pri Lima, que venceu em Sinop e em Campo Grande e ficou em terceiro em Teresina.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.