As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Revite, Luciano, Eleudis e Ketleyn são os escolhidos para o Mundial

Demétrio Vecchioli

05 de agosto de 2013 | 16h59

Judo

Texto meu para a AE

Depois de muito suspense, foi convocada nesta segunda-feira a seleção brasileira que vai tentar o recorde de medalhas para o País no Mundial de Judô que terá início dia 26 de agosto, no Maracanãzinho, no Rio. Na lista de 18 nomes, 12 atletas que já defenderam o Brasil em Jogos Olímpicos.

Esta edição do Mundial tem como novidade a possibilidade de um país inscrever nove atletas por gênero. Como são sete categorias femininas e outras sete masculinas, o Brasil vai levar quatro judocas extras além do melhor do ranking mundial em cada uma das categorias.

Assim, além dos 14 atletas que são os melhores do País no ranking foram convocados Luis Revite (até 66kg), Luciano Corrêa (até 100kg), Eleudis Valentim (até 52kg) e Ketleyn Quadros (até 57kg). Dos favoritos a ficar com essas vagas, ficaram de fora Gabriela Chibana (até 48kg) e David Moura (+100kg).

Com relação à lista brasileira nos Jogos de Londres, ficam de fora Leandro Cunha, que voltou mal de lesão na categoria até 66kg, Leandro Guilheiro, que passou por cirurgia, e Mariana Silva, que foi superada por Katherine Campos na até 63kg. Por outro lado, Ketleyn Quadros, medalhista de bronze em Pequim/2008, volta à seleção.

Como o Mundial de Judô também terá a disputa por equipes, o Brasil ainda inscreveu outros seis atletas para brigar por mais estas duas medalhas: Mariana Silva (63kg), Barbara Timo (70kg), Marcelo Contini (73kg), Mauro Moura (81kg), Eduardo Santos (90kg) e David Moura (+100kg).

A meta traçada pela CBJ é superar o desempenho do Mundial de Paris/2011, quando o Brasil ganhou cinco medalhas: duas de prata e três de bronze. “Queremos conquistar mais medalhas e, pelo menos, um ouro na competição. Não será fácil, pois a cada ano o Mundial está mais difícil sobretudo com a regra de permitir mais de um atleta por país nas categorias. Mas estamos planejando e trabalhando para fazer uma grande competição. O resultado, porém, só saberemos no dia 1 de setembro”, afirmou Ney Wilson, gestor de alto rendimento da CBJ.

Se conseguir repetir o desempenho visto na ranking mundial, a meta será atingida com tranquilidade. São cinco líderes brasileiros: Victor Penalber, Rafael Silva, Sarah Menezes, Mayra Aguiar e Maria Suelen Altheman.

Confira os convocados pelo Brasil para o Mundial:

48kg – Sarah Menezes
52kg – Erika Miranda e Eleudis Valentim
57kg – Rafaela Silva e Ketleyn Quadros
63kg – Katherine Campos
70kg – Maria Portela
78kg – Mayra Aguiar
+78kg – Maria Suelen Altheman

60kg – Felipe Kitadai
66kg – Charles Chibana e Luis Revite
73kg – Bruno Mendonça
81kg – Victor Penalber
90kg – Tiago Camilo
100kg – Renan Nunes e Luciano Correa
+100kg – Rafael Silva

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.