Diego Hypolito impressiona e abre 2014 superando nota do Mundial
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diego Hypolito impressiona e abre 2014 superando nota do Mundial

Demétrio Vecchioli

13 de março de 2014 | 19h08

Diego Hypolito não foi aos Jogos Sul-Americanos de Santiago para poder participar, a partir desta quinta-feira, a Copa do Mundo de Cottbus, na Alemanha. Ali, mostrou que está em grande forma e avançou à final do solo com a melhor nota entre 44 competidores. Os demais brasileiros, porém, não conseguiram classificação para as finais.

Com 15,733, Diego não apenas teve a melhor nota do dia no solo como superou os 15,600 que recebeu na fase classificatória do Mundial da Antuérpia (Bélgica), no ano passado. Com esta pontuação, teria sido medalhista de prata.

“Eu estou bastante satisfeito com a minha série e esperava mesmo acertar, mas não achei que me classificaria em primeiro. Para a final, vou dificultar minha acrobacia. Amanhã (sexta) estarei na qualificatória do salto e tenho o objetivo de ir à final deste aparelho”, destacou o ginasta.

Os demais brasileiros na Alemanha não obtiveram bons resultados. Nas argolas, Hudson Miguel foi o 19.º, com 13,766, e, no cavalo com alças, Petrix Barbosa acabou apenas na 27.ª colocação, com 12,733, longe da final.

“Essa Copa do Mundo está sendo a estreia desses ginastas no ano e tenho certeza que estão tentando fazer o melhor. Eles estão buscando vaga no Campeonato Mundial, em outubro, na China, e esse evento é o primeiro teste em 2014”, comentou o técnico Renato Araújo.

No Chile, a equipe brasileira foi comandada por Arthur Zanetti, que ganhou ouro nas argolas, e por Sergio Sasaki, ouro no salto e na barra fixa, além de medalhista de prata no individual geral. Juntos, ajudaram a levar o Brasil à prata por equipes, atrás da Colômbia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: