As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fabiana Beltrame é bronze, mas equipe brasileira vai muito mal na Copa do Mundo

Demétrio Vecchioli

24 de junho de 2013 | 00h32

Equipe brasileira treina em Eton, no mesmo lago que recebeu os Jogos de Londres

Equipe brasileira treina em Eton, no mesmo lago que recebeu os Jogos de Londres

Enquanto sofre com cortes na verba que vinha da Petrobrás, o remo brasileiro participou, no fim de semana, da etapa de Eton (Inglaterra) da Copa do Mundo. A equipe conquistou um bronze, com Fabiana Beltrame (31 anos), no single skiff peso leve, mas a prova, vale sempre ressaltar, não é olímpica.

De resto, seria impossível o Brasil ter resultados piores. Bianca Miarka (30)* fez final B no single skiff, o que não significa muita coisa (ela só não foi pior que uma paraguaia). Roque Zimmermann (25) e o Ronald Brito terminaram em quinto na final B do double skiff peso leve. Foram melhor que os três barcos de Hong Kong e de um da Venezuela.

No quatro sem, o time brasileiro formado por João Kubiti, Celio Amorim (37), Marcos Oscar e Thiago Almeida (33) só ficou à frente do barco egípcio, em sétimo. Já no single skiff masculino Diego Donizette (26) superou um atleta de Cingapura e outro do Japão, terminando em 16º. Ailson Eraclito (25) teve problemas médicos e desistiu da competição.

*Bianca Miarka é um caso único no esporte. Foi aos Jogos de Atenas como judoca e tem doutorado em judô!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.