As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad nomeia ex-presidente do Pinheiros para substituir filho de Genoíno

Demétrio Vecchioli

19 de junho de 2015 | 16h21

Na mesma semana em que criou polêmica ao reclamar de um “coxinha” que por sua vez tinha reclamado das ciclovias enquanto comia coxinha em um bar de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad nomeou Luís Eduardo Dutra Rodrigues como coordenador geral da Gestão de Esporte de Alto Rendimento da Secretaria Municipal de Esportes (SEME).

Figura importante de uma das regiões mais nobres da cidade de São Paulo, não à toa, foi eleito (e reeleito) presidente do Esporte Clube Pinheiros, cargo que ocupou entre 2011 e maio passado. Localizado nos Jardins, o Pinheiros tem 38 mil sócios e cobra mais de R$ 56 mil por um título. A “taxa de manutenção” parte de R$ 320.

Nomeado na quinta-feira, Dutra Rodrigues vai ocupar a cadeira onde estava sentado Ronan Genoino, filho do ex-deputado José Genoino, um dos condenados no processo do mensalão. Ronan havia sido designado para o cargo provisoriamente, depois que o campeão olímpico Rogério Sampaio pediu para ser exonerado.

“Esse cargo sempre foi ocupado por esportistas. Com a experiência que a gente obteve ao longo desses quatro anos,o secretário (Celso Jatene, do PTB) entendeu que aquilo que nós aprendemos podia se traduzir em termos de gestão”, argumentou Dutra Rodrigues ao blog.

Antes de Rogério Sampaio, o Centro Olímpico era comandado pela Magic Paula. Agora, a ideia é que Dutra Rodrigues repita, no Ibirapuera, o sucesso da sua gestão (do ponto de vista esportivo) no Pinheiros. O clube dos Jardins, nesta sexta, apresentou seus 63 atletas que vão aos Jogos Pan-Americanos.

Questionado sobre a investigação aberta pelo Ministério Público Estadual sobre uma suposta discriminação a babás dentro do Pinheiros, Dutra Rodrigues defendeu o clube e sua gestão. “O Pinheiros é uma entidade privada, que tem suas regras de utilização. Não acho que haja descriminação nenhuma, é só uma questão de identificação.”

Tudo o que sabemos sobre:

HaddadPinheirosprefeitura de São Paulo