Handebol convoca jovens e ensina Magnano como que se faz
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Handebol convoca jovens e ensina Magnano como que se faz

Demétrio Vecchioli

17 de janeiro de 2014 | 14h01

Campeã mundial na Sérvia, em dezembro, a seleção brasileira feminina de handebol foi convocada pela primeira vez em 2014 nesta quinta-feira. O grupo tem apenas quatro das campeãs: Amanda, Hannah, Elaine e Mayara, exatamente as três que atuam no handebol nacional mais Mayara, que segue sem clube.

No grupo de 20 jogadoras, duas que atuam fora do País: as armadoras Juliana (MKS Zaglebie Lubin, da Polônia) e Patricia (do Toulon, da-França). As duas foram chamadas porque suas equipes não disputam torneios europeus, que começam a pegar fogo agora em fevereiro.

No total, cinco atletas do Concórdia e quatro da Metodista São Bernardo foram convocadas numa relação que privilegia o desempenho na Liga Nacional. Entre as novidades está Flávia Vidal, eleita a melhor goleira da competição.

As atletas se apresentam no dia 26 e treinam em São Bernardo do Campo (SP) até o dia 1 de fevereiro. No dia seguinte, o Brasil faz um amistoso contra a República Dominicana, também no ABC.

Que o handebol mostre para o basquete como que se faz. Ninguém acha que uma das jovens convocadas agora vai tirar o lugar da Duda ou da Alexandra no time titular da Olimpíada, mas elas ganham experiência, são observadas, testadas, ainda que pelo assistente técnico Alex Aprile (o Morten Soubak está treinando o Hypo, na Áustria).
Já Ruben Magnano abre mão dessa opção. Poderia convocar uma jovem seleção de basquete para os Jogos Sul-Americanos, mas alegou (erroneamente) que os clubes não liberariam seus atletas e por isso o Brasil não mandará seleção para a competição no Chile, em março – 0 mesmo vale para o time feminino. Já o handebol feminino vai com as campeãs mundiais, mas com certeza dando chance também para revelações.EIS AS CONVOCADAS:

Goleiras: Ariadne Tomaz Moreira (Metodista/São Bernardo-SP), Flávia Vidal (Santo André-SP) e Jéssica Silva de Oliveira (Supergasbras/UNC/Concórdia-SC).

Armadoras: Amanda de Andrade (Supergasbras/UNC/Concórdia-SC), Juliana Malta Varela de Araújo (MKS Zaglebie Lubin – Polônia), Patricia Batista da Silva (Toulon Saint-Cyr Var Handball-França) e Patricia Diane de Jesus (FADENP/São José dos Campos-SP).

Centrais: Deborah Hannah Pontes Nunes (Metodista/São Bernardo-SP), Isabella Ansolin (Supergasbras/UNC/Concórdia-SC), Mayara Fier de Moura, Patricia Matieli Machado (Liga Itapeviense de Handebol-SP).

Pontas: Agda Gonçalves Pereira (Supergasbras/UNC/Concórdia-SC), Célia Costa Coppi (Metodista/São Bernardo-SP), Daise de Oliveira Souza (Associação de Handebol de Umuarama-PR), Dayane Pires da Rocha (Esporte Clube Pinheiros-SP) e Fernanda Barbosa Vaz (Santo André-SP).

Pivôs: Elaine Gomes Barbosa (Associação Cultural e Esportiva Força Atlética-GO), Fernanda Rigo Marques (Associação de Handebol de Umuarama-PR), Regiane dos Santos Silva (Metodista/São Bernardo-SP) e Tamires Morena Lima de Araújo (Supergasbras/UNC/Concórdia-SC).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: