João de Lucca repete Cielo e Gustavo Borges e é bicampeão da NCAA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

João de Lucca repete Cielo e Gustavo Borges e é bicampeão da NCAA

Demétrio Vecchioli

29 de março de 2014 | 10h44

A conta é fácil: a maior parte dos melhores nadadores vêm dos Estados Unidos. E o principal celeiro de atletas dos norte-americanos é a NCAA, a fortíssima liga universitária local. Por isso é tão importante o bicampeonato conquistado por João de Lucca na prova de 200 jardas livres, sexta à noite.

Competição com a cara dos EUA, a grande final da NCAA é disputada em piscina de jardas – e não de metros. João de Lucca queria o recorde da liga, de 1min31s20, mas não conseguiu. Ainda assim, nadou na casa de 1min31s pela terceira vez na carreira para vencer com 1min31s96.

Relembre: Frustrado, João de Lucca quer provar que deveria ter nadado na Olimpíada

Historicamente, vencer a NCAA é bom presságio para brasileiros. Gustavo Borges tem tem oito anéis individuais por Michigan (um dos 50m, quatro dos 100m e três dos 200m livre), enquanto Cesar Cielo ganhou quatro na sua passagem por Auburn (dois nos 50m livre e outros dois nos 100m).

Além deles, só Ricardo Prado , tricampeão nos 400m medley entre 1983 e 1986, venceu mais de uma vez uma mesma prova (ele tem cinco anéis). Henrique Barbosa tem dois e Marcelo Chierighini um.

A conta de João de Lucca pode chegar a três neste sábado, quando ele compete nos 100m livre com o segundo melhor tempo de balizamento. O carioca está no último ano em Louisville e terá sua última chance de ser campeão.

O favorito da prova, porém, é Marcelo Chierighini, que foi mal nos 50m livre. Favorito para a prova de quinta-feira, disputou apenas a final B, terminando no 10º lugar por Auburn.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: