Lais já sente o braço, diz colega; Médico é reticente
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lais já sente o braço, diz colega; Médico é reticente

Demétrio Vecchioli

29 de janeiro de 2014 | 13h18

“Deus do Céu! Ela (Lais) mexeu o braço. Jesus, te amo mais do que tudo. Gente, está forte essa corrente. Muito feliz, muito feliz. Só Deus sabe o que sinto nesse momento. Continuem (rezando), amigos, continuem”, escreveu agora de pouco a também ex-ginasta Josi Santos, que acompanha Lais Souza no Hospital da Universidade de Utah.

Opinião: Lesão de Lais é uma derrota enorme para o esporte brasileiro

O blog apurou, porém, que Lais, que se comunica apenas com expressões faciais, indicou ter tido sensibilidade no braço. E que a primeira boa notícia desde o acidente fez com que Josi se empolgasse e publicasse que Lais mexeu o braço. O COB e o médico Antonio Marttos Jr, únicos autorizados a falar sobre o estado de saúde de Lais, não se pronunciaram.

Mais uma vez conversei com o médico Julio Nardelli, da seleção brasileira feminina de vôlei, e segundo ele não se pode concluir nada simplesmente com esta informação. Ele ressaltou o prognóstico complicado feito mais cedo.

Leia mais: No hospital, Lais recebe vaga para competir em Sochi

Em entrevista ao SporTV, o médico brasileiro do COB que acompanha o caso, Antonio Marttos Jr, disse que Lais deve ser novamente operada em breve. “Possivelmente, ela precisará de outros procedimentos cirúrgicos, para sermos pró-ativos e prevenir outros problemas. Deveremos fazer uma traqueostomia, para prevenir uma infecção pulmonar, um tubo para alimentação diretamente no estômago, para evitar um tubo no nariz, o que causa sinusite”, explicou ele.

Lais corre risco de vida porque, com dificuldade respiratória e presa a um hospital, ela fica mais vulnerável a doenças e com o sistema imunológico debilitado.

Tudo o que sabemos sobre:

acidenteesquiesquiandoex-ginasta

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: