Magno Nazaret conquista o bi na principal volta ciclística do País
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Magno Nazaret conquista o bi na principal volta ciclística do País

Demétrio Vecchioli

18 de fevereiro de 2014 | 16h20

Deu Magno Nazaret na edição 2014 do Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo, principal prova de estrada do País, encerrada neste domingo num circuito no centro de São Paulo – infelizmente, pouquíssimo divulgado (mea culpa). Foram mais de 900km rodados durante oito etapas, num total de mais de 21 horas de pedal.

Magno, que conquistou o bicampeonato, já chegou à capital com o título assegurado. Afinal, tinha um minuto e meio de vantagem antes de uma etapa de apenas 66km, que servia apenas para tentar atrair mídia (infelizmente não ocorreu) e para apontar o campeão da Copa da República de Ciclismo (que deveria ser em novembro). Este título, aliás, ficou com Nilceu dos Santos, do DataRo, de Cascavel (PR).

O título geral de Magno veio com 21h54min38s de prova, mantendo 1min27s de vantagem para o segundo colocado, seu companheiro de equipe na Funvic/São José dos Campos Alex Diniz Correia. A terceira colocação foi de João Gaspar, da Ironage/Colner, com 21g57min07s.

Na disputa por equipes, não deu nem graça e Funvic garantiu mais uma conquista com o tempo de 65h48min07s e mais de 20 minutos de vantagem para a segunda colocada, a EPM/Une Ciclismo, da Colômbia. O DataRo fechou o pódio das melhores equipes com 66h12min00s.

João Gaspar ainda levou os títulos de Montanha e Sub-23, enquanto Alex Diniz Correia venceu por Pontos. Ao todo, 160 ciclistas de seis países – Brasil, Paraguai, Colômbia, Itália, Rússia e Portugal – participaram do evento, em sua décima edição.

Entre os brasileiros, a classificação geral ainda teve Willian Chiarello (São Lucas/Americana) em quinto, Alan Maniezo (São Lucas/Americana) em sétimo, Gregolry Panizo (DataRo) em décimo e Cleberson Weber (DataRo) na 12.ª colocação. Campeã, a Funvic teve ainda Kleber Ramos, Oscar Guarin, Juan Martinez (colombianos), Flávio Cardoso e Francisco Chamorro.

Nomes importantes do ciclismo nacional, Cristian Egidio (DataRo) foi o 25.º, e Caio Godoy (DataRo) o 27.º, ficando em terceiro no sub-23. Francisco Chamorro acabou só no 40.º lugar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.