As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Martine Grael tem o melhor resultado brasileiro no Norte-Americano de Vela

Demétrio Vecchioli

22 de janeiro de 2014 | 13h07

Em preparação para a Copa do Mundo de Miami, Martine Grael e Kahena Kunze ficaram no segundo lugar na 49erFX no forte Campeonato Norte-Americano, terminando apenas um ponto atrás das francesas Sarah Steyaert e Julie Bossard (bronze no Mundial). As brasileiras vinham bem no campeonato, com seis vitórias nas 10 regatas de classificação, mas vacilaram ao queimar largada e serem desclassificadas da medal race. De qualquer forma, provaram estar em ótima fase. Chegam favoritas a medalha na primeira etapa da Copa do Mundo em 2014.

O Campeonato Norte-Americano teve regatas nas classes com barcos 49er, 470, RS:X e Nacra 17. Tirando nesta última, em todas as regatas tiveram muito mais competidores estrangeiros do que propriamente norte-americanos. Foi uma forma de os velejadores testarem a raia da Copa do Mundo e também de ganharem pontos para o ranking mundial.

Além de Martine, o melhor resultado brasileiro veio com Henrique Haddad (Gigante)/Bruno Bethlem, que foi foi o sexto colocado na 470, numa competição com 18 inscritos. Na versão feminina, Renata Decnop/Isabel Swan velejou mal para terminar em oitavo entre 10 barcos. Em oito regatas, o melhor resultado foi um quinto lugar.

Na 49er, Marco Grael/Gabriel Borges até venceu uma regata, mas foi muito mal em outras duas, desclassificado da medal race e terminou apenas em 12º entre 31 competidores. Por fim, na 49er FX, Juliana Senfft/Gabriela Nicolino começou mal, foi melhorando, e acabou no nono lugar entre 29 barcos. O Brasil não participou na Nacra 17 e nas classes de windsurfe.

AQUI – Em Recife aconteceu o Campeonato Brasileiro da Classe Laser, sem as presenças de Bruno Fontes e Robert Scheidt. Aí ficou fácil para Matheus Dellagnelo vencer com folga, perdendo apenas quatro pontos em dez regatas, com o sub-21 João Pedro Herrlein Souto de Oliveira em segundo. Entre Laser Standard e Laser 4.7 (classe escola), 70 barcos participaram da competição. Na Radial, as regatas começaram na segunda e seguem até sexta-feira.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.