As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Poliana acerta volta para Santos e Cielo pode ir para Minas

Demétrio Vecchioli

22 de fevereiro de 2014 | 09h10

Foi de sucesso, mas de apenas um ano a passagem de Poliana Okimoto pelo Minas Tênis Clube. Na sexta-feira, a Unisanta surpreendeu e anunciou a contratação da melhor atleta olímpica brasileira de 2013. O time mineiro, porém, não quer ficar atrás e estaria negociando para contar com Cesar Cielo, sem clube desde que o projeto do Flamengo chegou ao fim, há pouco mais de um ano.

Ao voltar para Santos e deixar Belo Horizonte, Poliana tem um ganho óbvio para uma maratonista aquática: ficará perto do mar. “Um dos principais fatores que me fizeram voltar são os olhos que a Unisanta e o Marcelo Teixeira têm para as Maratonas Aquáticas. Outros clubes priorizam só a natação em piscina. A Unisanta me traz boas recordações”, disse ela, em release divulgado pela Universidade Santa Cecília. Marcelo Teixeira é o ex-presidente do Santos, dono da Unisanta.

Depois de um ano no Minas, Poliana voltou a Santos, depois de 10 anos, fazendo críticas ao time mineiro. Os ataques saem da boca do marido dela, Ricardo Cintra:  “A Unisanta é a única no Brasil que incentiva a maratona aquática. Estamos felizes em voltar para a família Unisanta”. A diferença entre os dois clubes é que o Minas pensava em ganhar o Finkel/Maria Lenk. A Unisanta, que não tem essa pretensão, pode se focar apenas nas maratonas.

Cintra é o técnico pessoal de Poliana e também volta à Unisanta, onde os dois se conheceram. Vão trabalhar ali com Márcio Latuf, treinador da equipe.  “Ter na equipe uma campeã mundial vai espelhar a garotada da base e mostrar que a Unisanta é uma grande formadora e investidora na natação. Ela é uma mulher compenetrada, com objetivos traçados e sempre se dedicou ao máximo”, comentou Latuf.

Sem Poliana, o Minas estaria tentando a contratação de Cesar Cielo. A informação é do Alex Pussieli, no Blog do Coach. Lá aparece até mesmo uma foto que mostra o recordista mundial treinando no clube de Belo Horizonte. Segundo o Coach, a diretoria do Minas acompanhou a atividade. Dificilmente foi uma visita de cortesia, até porque Cielo estava nos EUA até dias atrás.

Já o Corinthians acertou na sexta-feira a contratação de Felipe França. Campeão mundial dos 50m peito em 2010 (curta) e 2011 (longa), ele vai tentar um reinício no Parque São Jorge depois de deixar o Pinheiros. Com o crescimento de João Gomes Júnior e a constante boa fase de Felipe Lima, França perdeu espaço na seleção brasileira. Como a prova de 50m peito não é olímpica, o foco agora deverá ser todo nos 100m peito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.