As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Renato Rezende cai e desiste de etapa da Copa do Mundo

Demétrio Vecchioli

19 de junho de 2013 | 02h06

Em Londres Renato também caiu, se machucou, e teve que abandonar ainda na primeira fase.

Em Londres Renato também caiu, se machucou, e teve que abandonar ainda na primeira fase.

Depois de chegar à final das duas primeiras etapas da Copa do Mundo de BMX, Renato Rezende não teve sorte em Pependal, na Holanda. Logo na primeira bateria eliminatória ele foi prejudicado pela queda de um ciclista que vinha à sua frente e foi junto para o chão.

Acabou batendo o rosto e o joelho. Segundo ele mesmo relatou no Facebook, tentou voltar para a segunda bateria, mesmo sem aquecer, mas sentiu muitas dores e preferiu abandonar a prova. Acabou eliminado sem somar pontos para o ranking mundial. Assim, se manteve na décima posição.

Miguel Dixini, que foi campeão pan-americano, e Igor Martins, campeão sul-americano, subiram no ranking mesmo sem competir na Holanda. Miguel foi do 70º para o 43º lugar na lista divulgada nesta terça. Igor está em 50º, ganhando cinco posições. Rogério dos Reis caiu e hoje é o número 53.

No feminino, semifinal inédita para Priscila Stevaux Carnaval em Pependal. Mas ela foi a pior da bateria dela, em oitavo. Agora a sorocabana já aparece no 21º lugar do ranking mundial, como melhor brasileira. Bianca Quinalha é 27ª e Squel Stein a 38ª.

Por nações o Brasil é o nono no feminino e sétimo no masculino. A se repetir o critério de classificação para os Jogos do Rio, uma boa posição no ranking por países é mandatório. Se conseguir se manter entre os oito primeiros no masculino, o Brasil leva o máximo de três atletas (dois pelo ranking, um por ser país sede). No feminino a linha de corte é a sétima posição para ter o limite de duas ciclistas.

MAIS QUEDA – No Mountain Bike o fim de semana também foi de Copa do Mundo. A terceira etapa foi em Val di Sole, na Itália, e o Brasil foi representado por Henrique Avancini. O atleta do Caloi Elite Team também se envolveu num enrosco, este ainda na largada, e caiu. Se recuperou, cansou, e acabou no 31º lugar entre quase 100 participantes.

No ranking atualizado hoje, ele é o 45º. Rubinho Valeriano é o melhor brasileiro, em 36º. Ricardo Pscheidt aparece em 57º. Na semana anterior, na segunda etapa da Copa Brasil de MTB, no Paraná, a ordem de chegada foi a mesma do ranking mundial. No feminino, Isabella Lacerda (1ª), Raiza Goulão (2ª) e Roberta Stopa (3ª).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.