As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sarah é cortada e judô terá seleção C nos Jogos Sul-Americanos

Demétrio Vecchioli

28 de fevereiro de 2014 | 20h39

Única titular escalada para defender o judô brasileiro nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, a campeã olímpica Sarah Menezes foi cortada da delegação que irá ao Chile para competir entre 11 e 14 de março. De acordo com a Confederação Brasileira de Judô (CBJ), a piauiense se machucou durante um treino e será poupada por precaução.

“A Sarah sofreu um lesão nas costas enquanto se preparava para os Jogos Sul-americanos. Não é nada grave mas achamos que devemos poupá-la de uma competição dura nessa momento. Acreditamos que ela deverá estar apta a competir em abril”, disse Ney Wilson, gestor técnico de alto rendimento.

Cortada, Sarah será substituída pela reserva Gabriela Chibana na categoria até 48kg. Assim, a delegação brasileira do judô será uma espécie de seleção C. Entre os convocados, os novos componentes da seleção: Jéssica Pereira (52kg), Renata Januário (78kg), Vinicius Sakamoto (66kg), Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg) e Gustavo Assis (81kg).

Em meio a diversos atletas que ainda buscam espaço no cenário internacional, destaque para Ketleyn Quadros (57kg), medalhista olímpica em Pequim, e Mariana Silva (63kg), que defendeu o Brasil nos Jogos de Londres. “Eu estou me sentindo muito bem, confiante e motivada! As minhas expectativas para os Jogos são as melhores possíveis”, disse Ketleyn.

Tudo o que sabemos sobre:

judôSarah Menezes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.