As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sem Yane, Priscila Oliveira faz mais uma final no pentatlo moderno

Demétrio Vecchioli

21 de abril de 2013 | 10h09

Priscila Oliveira pentatlo

Sem Yane Marques, o Brasil foi bem representado em Chengdu (China), na terceira de cinco etapas da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno. Priscila Oliveira, que já havia sido a melhor brasileira na etapa do Rio, conseguiu avançar à final para terminar como 19.ª colocada.

Priscila teve resultado positivo na esgrima, com 19 vitórias e 15 derrotas, ficando em 15.º,  foi a 12.ª colocada na natação, mas caiu quando a prova chegou ao adestramento, sendo apenas a 21.ª. No combinado, ela também não foi bem, com o 22º lugar.

De qualquer forma, o desempenho da atleta de 24 anos foi o segundo melhor dela na carreira. Seu melhor foi na etapa do Rio: 11º lugar.

Larissa Lellys também competiu, mas desistiu depois da natação durante a fase de classificação. O Brasil não teve representantes entre os homens.  A próxima etapa é no dia 8 de maio, em Budapeste.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.