As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tae kwon do lança concurso para eleger “atleta musa”

Demétrio Vecchioli

09 de junho de 2015 | 20h42

Pelo menos duas atletas da seleção de tae kwon do, uma delas inclusive convocada para os Jogos Pan-Americanos (a candidata a ir aos Jogos Olímpicos do Rio), costumam buscar espaço na mídia com o rótulo de “musa do tae kwon do”. São muito mais conhecidas por serem atraentes fisicamente do que pelo resultado esportivo em si. Nas redes sociais, replicam com orgulho matérias (do mundo inteiro) em que são “eleitas” musas.

Agora para acabar (ou iniciar) de vez a disputa de quem é a “musa do tae kwon do” a Confederação Brasileira de Tae Kwon Do lançou um concurso para escolher a dona do título. Pelo que explicou a CBTKD, as atletas de mais de 18 anos devem enviar fotos para a assessoria de imprensa da entidade. As fotos serão publicadas na página da CBTKD no Facebook, onde será feita a eleição.

Não é coincidência que o concurso seja lançado pela mesma entidade que estendeu o tapete vermelho a um atleta suspenso por doping, em busca de visibilidade na mídia, deixando de lado o fator esportivo e menosprezando os lutadores que fazem campanha olímpica há três anos.

É lamentável que o concurso  surja justamente em uma modalidade que quebrou paradigmas na Olimpíada, entrando no programa com igual número de provas para homens e mulheres, ainda que, à época, o nível técnico no feminino fosse expressivamente inferior. Ao tratar a mulher como objeto, a CBTKD parece querer esconder o péssimo resultado do Mundial passado, quando 11 dos 16 brasileiros perderam logo na primeira luta.

(Por motivos óbvios essa matéria não é ilustrada)

Tudo o que sabemos sobre:

musatae kwon do