As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Talita e Taiana chegam ao quinto título na temporada

Demétrio Vecchioli

12 de agosto de 2013 | 12h55

FIVB Berlin Grand Slam, Awarding Ceremony

Sexta brasileira com mais vitórias na história do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, Talita parece ter encontrado em Taiana a parceira ideal. Nesta temporada foram sete etapas de Grand Slam e as brasileiras ganharam cinco vezes. Domingo, em Berlim (Alemanha) foram campeãs em Berlim e ampliaram a folga na liderança do ranking.

Antes elas já haviam vencido em Long Beach, Roma, Haia e Xangai. Só não ganharam em Corrientes (Argentina), em que caíram nas oitavas, e em Gstaad, quando ficaram com o bronze. A temporada ainda terá Grand Slam em Moscou, Pequim e São Paulo, além dos Opens, que também valem pontos para o Circuito. Na ausência de Juliana e Larissa, podem bater o recorde de vitórias num ano (pelo que achei, são oito). E Talita ainda ganhou, com Maria Elisa, a Copa do Mundo.

Na final contra Holtwick/Semmler, dupla da casa, as alemãs venceram o primeiro set e chegaram a abrir 20 a 17 no placar no segundo. Em uma incrível reação, a dupla brasileira salvou quatro match points e venceu por 23 a 21. Depois, o terceiro set foi mais fácil: 15/8.

O resultado das demais brasileiras em Berlim, porém, foi decepcionante. A expectativa era alta, uma vez que todas as quatro duplas do Brasil estão entre as melhores do ranking mundial. E em 12 jogos na fase de classificação foram 12 vitórias.

Mas, na hora do mata-mata, as brasileiras vacilaram. Nas quartas, Ágatha/Maria Elisa perdeu para Kolocova/Slukova (República Checa), Maria Clara/Carol para Ludwig/Walkenhorst (Alemanha) e Lili/Bárbara Seixas caiu diante de Popova/Prokopeva (Rússia).

CHALLENGER – Enquanto isso, no Brasil, foi realizada a terceira etapa do Challenger, torneio de segundo nível. Já com as duplas sendo desenhadas para o Circuito Brasileiro, os títulos ficaram com Harley/Renatão, que venceram Márcio/Moisés (Averaldo/Jô e Gilmário/Benjamin também fizeram semifinal) e Val/Ângela, que passaram na final por Josi/Raquel. Nas semifinais,  Rebecca/Neide e Fabíola/Pri Lima.

Duplas da seleção de base, como Allisson/Guto e Duda/Thaís, assim como Thiago/Oscar, da seleção principal, não chegaram longe.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.