Palmeiras precisa jogar com inteligência contra o Cruzeiro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palmeiras precisa jogar com inteligência contra o Cruzeiro

Daniel Batista

21 de outubro de 2014 | 14h57

O Palmeiras tem uma das tarefas mais ingratas deste Campeonato Brasileiro, que é enfrentar o Cruzeiro, em Minas. O líder do nacional deve dar muito trabalho e é preciso ser muito otimista para confiar em um resultado positivo para a equipe alviverde. O técnico Dorival Júnior se apega a fato de algumas zebras terem acontecido. Quem poderia imaginar que a Chapecoense daria de cinco no Inter, por exemplo? Até acredito em uma pequena chance de vitória do Palmeiras, mas para acontecer isso, será preciso ter muita inteligência e aceitar a realidade.

Resumindo: o Palmeiras terá que jogar como time pequeno. Se o técnico Dorival Júnior montar um esquema defensivo bem protegido e ciente das dificuldades que terá por enfrentar um veloz e certeiro ataque celeste, pode surpreender. A ideia é jogar na retranca mesmo e apostar em uma bola. Quem tentou jogar de igual para igual com o Cruzeiro não conseguiu.

No momento, o Palmeiras precisa de pontos. Jogar bem é consequência. E para conseguir os pontos, é necessário ter a consciência de sua capacidade e saber quando pode ser mais ou menos agressivo. Contra o Cruzeiro, nada melhor que a paciência para conseguir (ou tentar) surpreender.
BRASILEIRAO/PALMEIRAS X SANTOS

Tudo o que sabemos sobre:

BrasileirãoCruzeiroPalmeiras

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: