As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Barça e sua aula de futebol

Luiz Prosperi

29 de novembro de 2010 | 21h00

Treinadores brasileiros deveriam gravar um DVD da goleada (5 a 0) do Barcelona em cima do grande rival Real Madrid.

Todos os dias, antes de seguirem para seus clubes, o treinadores deveriam assistir aos 90 minutos do jogo em que o Barça simplesmente destruiu o Real.

Um show de futebol no que este esporte tem de mais puro. Toques de bola, dribles, profunidade, marcação por pressão e também por zona. Um vai e vem com a bola. Toca aqui, não está mais comigo. Nenhum chutão, nenhuma falta absurda. Tudo muito simples. Uma aula de bola que levou os jogadores do Real ao desespero.

Boquiabertos com o banho que levavam, passaram a bater para conter a excelência do futebol do outro lado.

Destroçado, o sempre imponente José Mourinho, técnico do Real Madrid, se afundou no banco de reservas para não ser notado. Humilhado ao final do jogo, saiu correndo para os vestiários para não ficar exposto ao vexame.

É por isso que os treinadores brasileiros têm ver e estudar diariamente o DVD do clássico espanhol.

Os times daqui deveriam se mirar no exemplo do Barça. Jogo limpo, de fino trato. E não este festival de correria, força descomunal, marcação acima de tudo, privilegiando jogadores acostumados a destruir. A bola e a torcida agradeceriam.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.