As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Kaká pede passagem na seleção brasileira

Luiz Prosperi

30 de outubro de 2013 | 22h10

Kaká pede passagem para Felipão. Autor de um belo gol no empate (1 a 1) entre Milan e Lazio, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Italiano, o meia disse que vai fazer de tudo para disputar a Copa de 2104. Kaká tem direito de reivindicar um lugar entre os eleitos de Felipão. E começa a mostrar que pode sim se superar.

O treinador da seleção também tem de ficar de olhos abertos. Derrotado nessa confusa e malparada polêmica com Diego Costa, Felipão tem cada vez menos opções para a linha de frente da seleção. Por enquanto, ele conta com Jô, Neymar, Hulk e o menino Bernard à espreita. Fred, seu titular absoluto, é uma incógnita atormentado pelas lesões. É pouco para quem vai brigar pelo título mundial no Maracanã ano que vem.

Kaká pode ser uma boa alternativa. Sem arranque dos tempos de glória e ainda incomodado com a fadiga do material, o meia do Milan pode virar um atacante de fato. Felipão tem meios e experiência de sobra para adaptar Kaká na posição. Ele tem o drible curto e finaliza como poucos de fora da área.

Outro peso a favor do craque, eleito melhor do mundo em 2007, é a liderança positiva que tem condições de exercer nesse jovem grupo de Felipão. O treinador, parece, anda desapontado com Kaká. E, se optar por Robinho para a vaga que estava guardada para Diego Costa, pode dar um tiro no pé.

Kaká merece outra chance e o Brasil não tem mais talentos de sobra para servir a seleção.
 
PARA LEMBRAR

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.