As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palmeiras pode ter três reforços na Libertadores

Luiz Prosperi

12 de abril de 2013 | 12h10

José Carlos Brunoro, diretor executivo do Palmeiras, visitou a redação do Estadão na tarde do dia 28 de fevereiro. Naquele mesmo dia, à noite, o Palmeiras enfrentaria o Libertad em Assunção, no seu primeiro jogo fora de casa na Libertadores. Brunoro não foi para o Paraguai para passar o dia trabalhando no clube.

Na conversa no Estadão, Brunoro deixou escapar que se o Palmeiras se classificasse à oitavas de final da Libertadores ele iria atrás de três reforços para o time encarar o mata-mata da competição.

Naquela tarde, Brunoro não desmonstrava muito oitimismo com o futuro do Palmeiras na Libertadores. Há 25 dias no cargo, insistiu que a prioridade no clube era subir para a Série A, mas…

Bom, depois da extraordinária comunhão entre torcida e o time na vitória heróica diante do Libertad, nesta quinta-feira à noite no Pacaembu lotado, Brunoro deve se recordar sobre o que disse no Estadão há quase dois meses.

Ele certamente vai atrás de três reforços com certo peso para o Palmeiras. Bom lembrar que avançando de fase na Libertadores, os clubes podem trocar três jogadores.

Antes que os mais apressados digam que o Palmeiras não precisa de reforços porque tem de ir até o fim com esse time de guerreiros, vale ressaltar que o Alviverde precisa de jogadores de qualidade.

Se Brunoro trabalhar direito e os reforços pontuais chegarem, o Palmeiras tem sim o direito de brigar pelo título da Libertadores. Em fase de mata-mata, as forças se nivelam.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.