As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Paulistão nos pés dos craques

Luiz Prosperi

24 de abril de 2011 | 21h27

As semifinais do Campeonato Paulista entre São Paulo x Santos, Palmeiras x Corinthians serão decididas pelos craques. Não há outro caminho. Em decisão de um jogo só, os talentosos acima da média têm tudo para fazer a diferença.

Dos quatro semifinalistas, apenas o Corinthians não tem um jogador catalizador. Falta ao time de Tite um craque, daquele grupo dos incontestáveis. Por isso, o Corinthians vai sofrer muito para beliscar o título.

O Palmeiras, seu rival nessa fase decisiva do campeonato, tem Valdivia. O chileno gosta de chamar a responsabilidade nos jogos importantes. Ele pode fazer a partida pender para o lado do time de Felipão. Certamente vai ser o foco de atenção no clássico.

Na outra semifinal, o São Paulo tem como diferente apenas o menino Lucas. O resto é uma boa turma de coadjuvantes. Caberá a Lucas carregar o time nas costas.

O Santos tem a vantagem de contar com dois foras de série. Neymar e Ganso são a perfeita tradução da palavra protagonista. Deles depende Muricy para chegar à final do Paulistão.

O problema é que Neymar quer ser o astro da constelação e Ganso se contenta em viver no mundo da lua enquanto não chega o dia de ir embora para Milão.

Então, estamos combinados. Os craques vão fazer a diferença na fase decisiva do campeonato. Que batam palmas os coadjuvantes.

DE PRIMEIRA
“Ademir da Guia, tens o nome, o sobrenome e a bola do craque.” 
Por Armando Nogueira, jornalista e cronista esportivo, em meados dos anos de 1970

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.