As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Presidente do São Paulo ajuda a CBF

Luiz Prosperi

21 de agosto de 2011 | 21h40

Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, uma hora dessa deve estar cheio de ironias para cima de Ricardo Teixeira, presidente da CBF. É questão de matemática. No time campeão do Mundial Sub-20, o seu clube contribuiu com quatro jogadores e ainda um deserdado.

A coleção do São Paulo na Seleção Sub-20 tem o zagueiro e capitão Bruno Uvini, o volante Casemiro, os atacantes Henrique e William José e, de quebra, o meia Oscar, que o clube paulista perdeu para o Internacional.

Sem falar em Lucas, também desta turma, mas que já habita na Seleção principal. A maioria desses meninos do Tricolor deve chegar à Olimpíada de 2012, outra obsessão da CBF. Juvenal deve estar feliz da vida com a valorização dos seus jovens jogadores, mas também chateado porque, mesmo sem querer, o seu clube fortaleceu Ricardo Teixeira.

O presidente da CBF não poderia ter recebido um presentão melhor do que este de Juvenal. E o dirigente do São Paulo vai ter de rebolar para dar conta dos seus meninos. Oscar já foi embora. Henrique quer seguir o mesmo caminho. E Casemiro também exige um salário mais alto para permanecer no Morumbi – ele tem propostas do futebol europeu.

Pobre Juvenal!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.