Yuri perde em sua estreia no UFC, mas protagoniza um bom combate

fabiolopes

23 de fevereiro de 2013 | 21h41

Estrear em um evento com derrota nunca é um bom negócio. Principalmente quando a competição se chama UFC. Entretanto, Yuri Villefort não tem do que se envergonhar. Na luta de abertura do card preliminar do UFC 157, o brasileiro fez um ótimo combate contra o norte-americano Nah-Sho Burrell.

yuri_divulgacaoufc.jpg
Apesar da derrota, Yuri Villefort mostrou coragem em sua estreia – Divulgação/UFC

Como um guerreiro, o brasileiro não fugiu da trocação, acertando alguns bons golpes e resistindo bem aos socos precisos desferidos em combinações eficientes de Burrell. Na luta de chão, Yuri foi superior, conquistando posições favoráveis e levando perigo no mata-leão e nas chaves de calcanhar e pé.

E foi exatamente nesse ponto que o brasileiro deveria ter insistido desde o início. Mais experiente e superior no chão, Yuri utilizou a estratégia errada, insistindo na trocação. Apenas no último round explorou bem essa sua arma.

Se algumas derrotas ensinam mais do que vitórias, Yuri aprenderá com seus erros e, por ter protagonizado um bom espetáculo, terá a oportunidade de crescer no evento.

E se a vitória não fechar os olhos de Burrell, o norte-americano vai se esforçar mais para aprender as técnicas de solo. Lutando há apenas 3 anos, ele conseguiu desenvolver um bom jogo em pé, mas nem mesmo os prodígios se tornam peritos em jiu-jitsu em tão pouco tempo.

Tudo o que sabemos sobre:

BurrellUFCYuri Villefort

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.