Competidor do Rally dos Sertões fará doação de livros para comunidades carentes

Competidor do Rally dos Sertões fará doação de livros para comunidades carentes

Ricardo Ribeiro

09 de agosto de 2017 | 23h05

Notícia sensacional, amigos. Adoro escrever sobre isso! O post de hoje vai mostrar algo bem bacana.

Uma equipe do Maranhão irá doar 1.000 livros para crianças, adolescentes e adultos de comunidades carentes durante o Rally dos Sertões 2017, de 19 a 26 de agosto entre Goiânia (GO) e Bonito (MS).

Para realizar as ações, o piloto de carro Fábio Cadasso teve a ajuda de amigos e também patrocinadores. E ele promete acelerar forte para entregar mais cultura à população de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estados do roteiro da edição de 25 anos de uma das maiores provas 0ff-road do Planeta.

Cadasso durante entrega de livros para comunidade carente. Ele vai repetir a iniciativa no Rally dos Sertões 2017. Foto: Divulgação

Cadasso durante entrega de livros para comunidade carente. Ele vai repetir a iniciativa no Rally dos Sertões 2017. Foto: Divulgação

Aliás, Cadasso vai começar o trabalho de incentivo à leitura entre São Luís e Goiânia, já no caminho rumo ao local da largada do Sertões no Autódromo Internacional de Goiânia.

Wooow! Legal demais!

A ideia de distribuir livros não é nova e já foi executada várias vezes, principalmente no Sertões. A Dunas Race, organizadora da competição, sempre bateu na tecla de que saúde e educação podem caminhar juntas ao rali. Marcos Ermírio de Moraes, o dono do evento, não poupa esforços para que isso aconteça cada vez mais.

Só para se ter uma noção do que estou dizendo, a turma do S.A.S. (Saúde e Alegria no Sertões) começou com uma equipe de 10 pessoas em 2014 e hoje já são 40 envolvidos em várias ações sociais durante a prova. E contam com parceiros renomados, com o Hospital Albert Einstein. Veja mais em outro post que fiz aqui no blog do Estadão.

Aliás, todo tipo de ação do gênero precisa ser divulgada e repercutida. Quem leva cultura, saúde e alegria aos cantos mais distantes do país deve ser aplaudido de pé…

Fábio Cadasso, que participará do Rally dos Sertões pela quinta vez, ficou motivado a fazer as doações depois que participou do projeto Rallyteca, do Rally Piocerá, entre o Piauí e Ceará. Lá foi feita uma grande doação de livros e o piloto estava lá, firme e forte.

Ideia Fixa

Gente do bem é o que não falta nos bastidores do Rally dos Sertões.

Além de Cadasso, que vive em um dos estados mais pobres e carentes do país, o Maranhão, outros projetos são realizados durante o Rally dos Sertões. Um deles é o Ideia Fixa, da jornalista Tânia Mara de Carvalho, de Poços de Caldas (MG), que já tem 15 anos.

O Ideia Fixa divulga números que impressionam: neste período já foram percorridos 480.000 quilômetros, beneficiando mais de 140.000 pessoas em 16 Estados. Ao todo foram doados 209 toneladas de produtos e objetos, entre móveis, roupas, calçados, alimentos, brinquedos, água, kits de higiene bucal e pessoal. Além de 160.000 livros novos e usados para alunos de diversas escolas de cidades que fizeram parte dos roteiros por onde o projeto já passou.

Há ainda vários doadores e incentivadores de ações sociais durante o rali. Um deles é o campeão do Dakar 2017, Leandro Torres. Executivo da área financeira e sócio do banco BTG Pactual, o maior banco de investimentos da América Latina, ele foi o primeiro competidor a fazer doações (e pedir para que os colegas fizessem o mesmo) para o S.A.S. É chamado de o “padrinho” da turma, que já impactou mais de 3.200 pessoas e fez 69 cirurgias de câncer de colo de útero e câncer de pele no Sertões 2016!

O Rally dos Sertões, e as pessoas que fazem parte dele, são demais!

*  Ricardo Ribeiro, paulista, 46 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia e café (vinho também!). Já participou dos maiores ralis do mundo, como o Paris-Moscou-Ulan Bator-Pequim, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também cobriu quatro vezes o até então ‘Paris-Dakar’ no Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África. Já trabalhou na divulgação de mais de 10 edições do Rally dos Sertões, Enduro da Independência e Rally Cerapió/Piocerá, no Brasil. O conteúdo produzido por Ricardo Ribeiro foi amplamente divulgado pelos jornais O Estado S.Paulo e Jornal da Tarde, Agência Estado, Rádio Eldorado e pelos canais de TV ESPN Brasil, Band, Record e SBT, além de importantes revistas especializadas como Quatro Rodas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: