“Eu decidi viver!” As histórias emocionantes do Rally Dakar 2017

“Eu decidi viver!” As histórias emocionantes do Rally Dakar 2017

Ricardo Ribeiro

29 de dezembro de 2016 | 12h45

Tudo bem, fãs do Dakar?

Essa história é emocionante! De arrepiar…

Em resumo: o francês Philippe Croizon, então com 24 anos em 1994, casado, pai do garotinho Jeremy, levou um choque de 20.000 volts enquanto arrumava uma antena de TV. Teve parada cardíaca, queimaduras gravíssimas e, como consequência, amputou pernas e braços. Ele viu a cara da morte bem de perto.

Cyril Després (esq), Croizon e Stéphane Peterhansel durante coletiva de imprensa do Rally Dakar, em Paris. Foto: Photo Jean-Marie Hervio/DPPI

Cyril Després (esq), Croizon e Stéphane Peterhansel durante coletiva de imprensa do Rally Dakar, em Paris. Foto: Photo Jean-Marie Hervio/DPPI

Depois de várias cirurgias, tratamentos e dias intermináveis na UTI, voltou à vida. Pratica esportes atualmente, principalmente mergulho, e a partir do dia 1 de janeiro vai encarar a maior aventura que podia imaginar: correrá o Rally Dakar 2017 na categoria Carros como piloto! Isso mesmo: vai competir na maior e mais difícil prova off-road do Planeta sem os braços e pernas.

Para que esse grande sonho se tornasse realidade, a equipe de Croizon investiu vários meses para conseguir desenvolver o carro e os equipamentos especiais. “Você faz o seu limite”, costuma dizer o francês aventureiro.

Está tudo pronto! E ele já está em Assunção, capital do Paraguai, para a largada promocional.

P.s.: A história de vida de Croizon está no livro “Eu Decidi Viver” (J’ai Décidé de Vivre), que ele escreveu com a ajuda de um software de reconhecimento de voz.

O Dakar e suas histórias maravilhosas…

“Tudo é possível!”

* Ricardo Ribeiro, 45, é empreendedor, jornalista e fotógrafo. Já fez a cobertura dos maiores ralis do mundo, como o Rally Paris-Moscou-Ulan Bator-Pequim, Rally dos Sertões e Rally Dakar (África, Europa e América do Sul)

Tudo o que sabemos sobre:

Rally Dakar 2017

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.