Exclusivo: Saiba como acompanhar o Rally Dakar, que terá 11 brasileiros. Letícia Datena será a repórter do canal Fox Sports

Exclusivo: Saiba como acompanhar o Rally Dakar, que terá 11 brasileiros. Letícia Datena será a repórter do canal Fox Sports

Ricardo Ribeiro

02 Janeiro 2019 | 13h11

Tudo bem, amigos? O Rally Dakar, um dos eventos mais midiáticos do mundo, vai começar no Peru a partir do dia 6 de janeiro.

A prova será disputada 100% no país, terá 5.000 quilômetros e largada e chegada em Lima. Onze brasileiros vão participar da competição.

O Dakar oferece imagens e histórias de arrepiar e existem muitas maneiras de acompanhar a prova: pela TV, redes sociais, rádio, aplicativos de celulares e tablets, revistas e jornais, como o Estadão.

Para se ter uma ideia da grandiosidade do Dakar na mídia, que só perde em audiência para a Fórmula 1, que tem 21 etapas, emissoras de TVs de 190 países transmitirão programas especiais e os melhores momentos diariamente.

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin vão defender o título do Dakar nos UTVs. Foto: Divulgação

Eu levantei várias informações e vou dar dicas aos fãs do esporte para acompanhar pilotos do mundo nas categorias Motos, Carros, Caminhões, UTVs e Quadriciclos.

Para acompanhar os brasileiros no Dakar

Os 11 brasileiros que vão disputar o Rally Dakar 2019 terão uma cobertura especial.

O meu blog “Ricardo Ribeiro – Os bastidores e curiosidades do Dacar” , aqui no Estadão, será abastecido com textos e notas diárias sobre o que rola na prova, sempre ilustrado com fotos e vídeos.

Klever Kolberg fará comentários do Rally Dakar 2019. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Os conteúdos especiais vão mostrar os bastidores do dia a dia da competição, em vídeo. Eu estarei lá no Peru e o piloto Klever Kolberg, primeiro brasileiro a enfrentar o Dakar, ainda na África, na década de 1980, com o parceiro André Azevedo, fará comentários diários às 20 horas (horário de Brasília) com a análise do dia.

Para acompanhar os brasileiros, acesse as redes sociais “Brasil no Dakar 2019”, pool criado para divulgar o esporte e os representantes do país na maior prova off-road do mundo.

Instagram: www.instagram.com/brasilnodakar2019
Facebook: www.facebook.com/brasilnodakar

Fox Sports terá Letícia Datena no Dakar

O canal Fox Sports detém os direitos de transmissão do Dakar no Brasil e fará cobertura especial do Dakar, mostrando os melhores momentos da competição diariamente e boletins ao vivo ao longo da programação. A Fox Brasil escalou a repórter Letícia Datena para acompanhar o Dakar 2019 no Peru.

Na sexta-feira, dia 4 de janeiro, a Fox Sports 2 colocará no ar um programa “pré-Dakar”, com entrevistas dos pilotos brasileiros e com um resumo de como será a edição deste ano – a 41a.!

O pré-Dakar irá ao ar à meia-noite, pelo horário de Brasília. No domingo, dia 6, a Fox vai transmitir a largada, a partir das 20 horas.

Na primeira semana, os boletins diários entrarão no ar às 22h30 (exceto sexta, dia 11, que será às 21h30). Na segunda-feira e na terça, a previsão de exibição será 21h30. E às 22h30 nos dois últimos dias de prova. Os comentários ficam sob a responsabilidade de Rodrigo Mattar.

O canal Bandsports também irá divulgar o Dakar no programa “Bandsports News”, ao meio-dia e 22h00 (sempre pelo horário de Brasília). A segunda edição, às 22h, será apresentada pelo jornalista Celso Miranda, que tem grande experiência no automobilismo, inclusive na cobertura de provas como o Rally dos Sertões, Indy, Fórmula 1 e Stock Car.

Cobertura mais completa do Dakar é da França

A melhor cobertura do Dakar com certeza é feita pelos canais de TV franceses. Afinal, a nacionalidade com maior número de participantes é a França e a organização do evento também é francesa.

Todos os dias, a partir das 19h55 (horário da França), entra no ar ao vivo, no canal France 4, o programa “O Dakar”, com apresentação de Céline Rousseaux e de Luc Alphand.

Da esq. para dir.: Marcos Baumgart, Reinaldo Varela, Gustavo Gugelmin, Cristian Baumgart, Beco Andreotti, Kleber Cincea e Lourival Roldan. Na foto faltam ainda Bruno Varela e Maykel Justo e Marcos Colvero e Lincoln Berrocal. Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

O canal terá conteúdos bem diferentes, com equipes espalhadas em diversos setores da competição.

Nos carros, Benoit Durand e Brice Baubit vão correr nos carros e querem mostrar aos telespectadores os perrengues vividos pelos competidores.

O canal France 4 terá ainda um repórter viajando no helicóptero da organização. Jean-François Kerckaert vai acompanhar diversas categorias do Dakar. Pela minha experiência na cobertura de ralis, deverá trazer as melhores reportagens do Dakar 2019, já que poderá se locomover com rapidez e estar em vários locais no mesmo dia.

Uma equipe também vai mostrar os bastidores nos acampamentos, onde fica o coração do Dakar. Richard Coffin e Emmanuel Quinart. O canal France 4 terá ainda um comentarista exclusivo para a categoria Motos (Christian Choupin) e para os Carros (Gaël Robic).

Jornal do Dakar
Todas as noites, no Canal France 3, a partir das 20h50, Céline Rousseaux e Lux Alphand, vão apresentar ao vivo o “Jornal do Dakar”.

E ainda não acabou!

De 7 a 16 de janeiro, no canal France 2, Robic, Coffin, Alphand e toda equipe vão estar nos acampamentos do Dakar mostrando os competidores e contando as histórias do dia, principalmente dos competidores amadores. E sem contar o resumo do dia, com as imagens e reportagens dos melhores momentos!

Rally Dakar na internet

O fã do Dakar também pode acompanhar a prova e os 11 brasileiros em aplicativos de celulares e tablets, com hashtags exclusivas e sites.

Site oficial do Dakar: www.dakar.com
Instagram oficial do Dakar: www.instagram.com/dakarrally
Facebook oficial do Dakar: www.facebook.com/dakar
Twitter oficial do Dakar: @dakar, @dakarendirect, @dakarlive e @dakarenvivo

* Ricardo Ribeiro, paulista, 47 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia, vídeo e café. A trabalho, participando das maiores provas off-road do Planeta, já esteve em 38 países. Fez a cobertura do Paris-Moscou-Ulan Bator-Beijing, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também foi quatro vezes para o até então ‘Paris-Dakar’ na França, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África, e duas vezes entre Argentina, Chile, Bolívia e Peru. Fez a cobertura do Rally dos Sertões pela primeira vez em 1999. Já fez a cobertura da Stock Car, a maior prova do automobilismo brasileiro, da MotoGP, Rally RN 1500 e várias outras competições.