Exclusivo: UTV, a nova galinha dos ovos de ouro do rali no Brasil (?)

Exclusivo: UTV, a nova galinha dos ovos de ouro do rali no Brasil (?)

Ricardo Ribeiro

24 de abril de 2017 | 23h53

Opa! Tudo legal?

O assunto é polêmico e ainda vai dar muito pano pra manga nos bastidores. Estou falando da categoria UTV, a que mais cresce em todo tipo de competição off-road (regularidade e cross country) e considerada a nova galinha dos ovos de ouro (?) do rali no Brasil.

É a única que não registrou quedas expressivas em número de inscritos nos momentos de crise econômica dos últimos anos. O mesmo não se pode dizer dos carros, motos e quadriciclos.

UTV no Rally RN 1500. Foto: Fabio Davini/Divulgação RN 1500

UTV no Rally RN 1500. Foto: Fabio Davini/Divulgação RN 1500

Hoje quem estabelece as regras da modalidade é a CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), mas a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) ensaia assumir os UTVs em nome de “mais segurança”.

Contrários a mudanças, pilotos e navegadores temem aumento nos custos para preparar um UTV para competição devido às exigências de equipamentos mais sofisticados impostos pela entidade dos carros.

Helicóptero de filmagem não perde um só lance durante o rali. Foto: Doni Castilho/Fotop/Vipcomm

Helicóptero de filmagem não perde um só lance durante o rali. Foto: Doni Castilho/Fotop/Vipcomm

Waldner Bernardo, o “Dadai”, presidente da CBA, e Firmo Alves, presidente da CBM, devem se encontrar nesta terça-feira pela manhã em Interlagos, em São Paulo. A pauta tem vários assuntos, mas a história dos UTVs também deve ser discutida. Depois, Dadai faz palestra sobre grandes eventos do automobilismo no Fórum Eventos 2017, no Centro de Convenções Rebouças, a partir das 11h40.

O debate está aberto!

Aguarde novos posts sobre o tema aqui no blog. Participe você também. Dê a sua opinião/sugestão!

 

*  Ricardo Ribeiro, paulista, 45 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia e café (vinho também!). Já participou dos maiores ralis do mundo, como o Paris-Moscou-Ulan Bator-Pequim, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também cobriu quatro vezes o até então ‘Paris-Dakar’ no Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África. Já trabalhou na divulgação de mais de 10 edições do Rally dos Sertões, Enduro da Independência e Rally Cerapió/Piocerá, no Brasil. O conteúdo produzido por Ricardo Ribeiro foi amplamente divulgado pelos jornais O Estado S.Paulo e Jornal da Tarde, Agência Estado, Rádio Eldorado e pelos canais ESPN Brasil, Band, Record e SBT, além de importantes revistas especializadas como Quatro Rodas.

Tudo o que sabemos sobre:

História do UTV no Brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.