Guilherme Bissotto, 18 anos, o piloto mais jovem do Rally dos Sertões 2019. Ele é da Bahia

Guilherme Bissotto, 18 anos, o piloto mais jovem do Rally dos Sertões 2019. Ele é da Bahia

Ricardo Ribeiro

16 de agosto de 2019 | 19h19

Fala amigos e amigas! Tudo bem?

Falta uma semana para o Rally dos Sertões 2019, que começa dia 24 na cidade de Campo Grande (MS). Um dos maiores ralis do mundo vai percorrer sete estados e terminará no primeiro dia de setembro nas praias de Aquiraz, na Grande Fortaleza (CE), pertinho do complexo turístico Beach Park.

E o que não faltam são personagens interessantes: empresários, agrônomo, médicos, dono de banco, empreendedores, advogados, comerciantes, fazendeiros, voluntários etc fazem parte dessa grande aventura… Tem quem pratique kung fu, cross fit, musculação, bike, esteira para deixar o preparo físico em ordem para suportar os mais de 4.800 quilômetros dentro de um carro, buggy e UTV ou em cima de uma moto ou quadriciclo.

Guilherme Bissotto, piloto mais novo do Rally dos Sertões 2019. Foto: Divulgação/Nelson Santos Jr/PhotoAction

E um desses personagens é um adolescente de apenas 18 anos idade: Guilherme Bissotto, da cidade de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, filho de Rui Bissotto e de Rosane Dillmann. “Eu sonho com o Sertões desde criança. Conheci o rali pelo meu pai, que há 20 anos vai na competição”, diz Guilherme.

Além de levar o título de “piloto mais novo” na prova, Guilherme é estreante no Sertões. Ele vai correr com uma moto Honda CRF 230, fabricada no Brasil e representará a equipe Mandacaru Rally Team, criada em 2011.

Guilherme Bissotto estreou na modalidade Cross Country esse ano no Rally RN 1500, no interior do Rio Grande do Norte. Depois encarou o Rally Jalapão, que largou da cidade dele, Luís Eduardo, e passou pelo “deserto do Tocantins”.

Gui, como é carinhosamente chamado pelos amigos, também disputa o Campeonato Brasileiro de Rally Baja, e venceu duas corridas.

Preparo físico? Ele faz academia e bike todos os dias e não tem amuleto ou “objeto da sorte”. “Eu rezo”, diz o adolescente que vai enfrentar os mesmos trechos por onde passarão grandes feras do off-road, como Jean Azevedo, da equipe oficial Honda Racing, o maior campeão da prova com sete títulos.

É a nova geração chegando! “O Gui é zero álcool e zero tabaco”, diz o pai, Rui, orgulhoso.

Estaremos rezando por você, Gui!

Até a próxima, pessoal!

* Ricardo Ribeiro, 48 anos, já participou dos maiores ralis do mundo, como o Paris-Moscou-Ulan Bator-Pequim. Cobriu 7 vezes o ‘Paris-Dakar’, na Europa, África e América do Sul, e já trabalhou em mais de 10 Sertões.

 

 

 

 

Tendências: