Programa Rally Infos nas redes sociais vai reconhecer e valorizar os grandes personagens do off-road; começa o Campeonato Brasileiro

Programa Rally Infos nas redes sociais vai reconhecer e valorizar os grandes personagens do off-road; começa o Campeonato Brasileiro

Ricardo Ribeiro

15 de março de 2019 | 08h43

Fala amigos, tudo bem? Tenho uma novidade muito interessante para vocês. Eu, Ricardo Ribeiro, e o piloto e palestrante Klever Kolberg estreamos o programa “Rally Infos” nas redes sociais para falar dos bastidores dos maiores ralis do mundo, das provas, das equipes, das empresas ligadas ao esporte e dos investimentos em patrocínios. Mas o mais legal é que o programa vai reconhecer e valorizar ainda mais os grandes personagens da modalidade, não importa se são campeões ou não.

Marcos Baumgart e Kleber Cincea, da equipe X-Rally Team, vão defender o título do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Foto: Doni Castilho/Fotop

O programa é feito ao vivo na internet e por enquanto está no Facebook, mas em breve vamos transmitir em outras plataformas também, como YouTube e Instagram. O Rally Infos fica dentro da página “Brasil no Dakar”, criada em 2017 com o objetivo de mostrar os bastidores da participação das equipes brasileiras na maior prova off-road do mundo.

Veja como foi a primeira edição do programa Rally Info.

O programa Rally Infos vai ao ar todas as terças, às 20 horas pelo horário de Brasília. Além dos nossos comentários e bate-papo descontraído, vamos contar com a participação de convidados especiais. Tudo ao vivo pela internet.

Na primeira edição já falamos sobre o Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, WRC e os bastidores da entrada do novo diretor do Rally Dakar, David Castera, que assumiu o lugar de Etienne Lavigne. Pode ter revolução das grandes vindo aí.

Sobre Klever Kolberg

Klever Kolberg e o parceiro André Azevedo foram os primeiros brasileiros a enfrentar o Dakar na África na década de 80 com as Yamaha XT 600. Com a grana curta, eles não tinham qualquer suporte mecânico e levavam as peças na garupa das motos.

Muita gente se inspirou no Klever e no André para começar a correr, como admitiu durante entrevista o paranaense Lincoln Berrocal, o piloto mais velho a disputar o Dakar 2019 nas motos, em janeiro desse ano, no Peru. Lincoln tem 60 anos de idade.

Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

Semana agitada para o mundo do rali. Hoje começou a programação do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e o Campeonato Brasileiro de Baja, em Pato de Minas, em Minas Gerais. Os melhores pilotos do país vão se enfrentar em cerca de 300 quilômetros cronometrados nas categorias carros, motos, quadriciclos e UTVs.

A prova deve agradar os pilotos devido à grande variedade de piso. Mais de 110 veículos, de 11 estados, vão disputar a prova nas categorias motos, carros, UTVs e quadriciclos. Serão dois dias de disputas, no sábado e domingo, com 300 quilômetros cronometrados.

Brasileiro de Rally Cross Country só tem fera

A competição marca a volta de Guiga Spinelli e Youssef Haddad às competições no Brasil. A última prova de Spinelli e Haddad no país foi no Sertões de 2017 e, no exterior, uma das etapas do Campeonato Mundial, na Itália, no ano passado. Guiga é o maior vencedor do Rally dos Sertões nos carros, com cinco títulos.

Ele vai correr apenas a etapa de sábado, já que no domingo terá que voltar a São Paulo para a primeira comunhão de um dos filhos. No domingo, quem assumirá o volante da Mitsubishi Triton Sport R será Ricardo Feltre.

O Rally Minas também terá participação da dupla Marcos Baumgart e Kleber Cincea, da equipe X-Rally Team, que defenderá o título de 2018 com uma picape Ford Ranger.

A disputa nos carros deve ser bastante acirrada, já que contará ainda com a participação de Luiz Facco/Francis Herrero, Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio e Marcelo Gastaldi/Claudio Rieser, com buggy V8 com tração traseira. Uma máquina poderosa desenvolvida pelo mesmo fabricante dos carros da Stock Car.

Marcos Moraes/Fabio Pedroso, Luiz Nacif/Neurivan Barbosa e Glauber Fontoura e Minae Miyaut completam a lista de favoritos em Patos de Minas.

Nos UTVs, Denísio Nascimento e Idali Bosse vão defender do título de 2018. A briga na categoria que mais cresce no país terá ainda a volta de José Hélio Filho, cinco vezes campeão do Sertões nas motos, Denísio Casarini, Edu Piano e os irmãos Rodrigo e Bruno Varela. Os campeões do Dakar em 2017 e 2018, Leandro Torres e Reinaldo Varela, não vão correr em Patos de Minas.

Veja a lista de inscritos do Rally Minas, primeira etapa do Brasileiro.

* Ricardo Ribeiro, paulista, 47 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia, vídeo e café. A trabalho, participando das maiores provas off-road do Planeta, já esteve em 38 países. Fez a cobertura do Paris-Moscou-Ulan Bator-Beijing, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também foi quatro vezes para o até então ‘Paris-Dakar’ na França, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África, e três vezes entre Argentina, Chile, Bolívia e Peru. Fez a cobertura do Rally dos Sertões pela primeira vez em 1999. Já fez a cobertura da Stock Car, a maior prova do automobilismo brasileiro, da MotoGP, Rally RN 1500 e várias outras competições.