Rally dos Sertões 2019 fará parte do Campeonato Sul-Americano de Rally Cross Country

Rally dos Sertões 2019 fará parte do Campeonato Sul-Americano de Rally Cross Country

Ricardo Ribeiro

19 Dezembro 2018 | 23h45

Fala amigos, tudo bem? Tenho uma ótima notícia para os fãs do off-road: o Rally dos Sertões 2019, de 25 de agosto a 1 de setembro, fará parte do Campeonato Sul-Americano de Rally Cross Country para a categoria Carros. A largada do Sertões será na cidade de Campo Grande, no estado do Mato Grosso do Sul.

O Campeonato terá cinco etapas no ano que vem (quatro já estão confirmadas) e a abertura do calendário será no Paraguai, com o Desafio Guarani, de 1 a 4 de abril. O Rally dos Sertões será a segunda corrida da temporada.

Jean Azevedo no Rally dos Sertões 2018. Foto: Doni Castilho/Fotop

O Desafio Inca, nas dunas peruanas, acontecerá logo após o Sertões, de 13 a 15 de setembro, e a grande final do Campeonato Sul-Americano está marcada para a Argentina, o Ruta 40.

A entrada do Rally dos Sertões no Sul-Americano tem grande impacto para o esporte brasileiro, já que a prova contará com maior participação de estrangeiros, elevando ainda mais a competitividade e o nível de pilotos e navegadores.

Cristian Baumgart e Beco Andreotti no Rally dos Sertões 2018, quando conquistaram o tricampeonato da competição entre os Carros. Foto: Magnus Torquato/Fotop

Outro fator positivo é a ampliação na divulgação de pilotos, equipes e patrocinadores envolvidos no Rally dos Sertões para vários países da América Latina.

A organização do Rally dos Sertões também não descarta fazer parte do Campeonato Sul-Americano nas motos, quadriciclos e UTVs já a partir de 2019. “Estamos trabalhando para que todas as categorias estejam no calendário no futuro”, afirma Julio Cápua, sócio do Rally dos Sertões.

* Ricardo Ribeiro, paulista, 47 anos, é jornalista, louco por internet, tecnologia, fotografia, vídeo e café. A trabalho, participando das maiores provas off-road do Planeta, já esteve em 38 países. Fez a cobertura do Paris-Moscou-Ulan Bator-Beijing, entre França, Alemanha, Holanda, Finlândia, Rússia, Cazaquistão, Mongólia e China. Também foi quatro vezes para o até então ‘Paris-Dakar’ na França, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Líbia, Egito, Tunísia, Mali, Burkina Faso e Senegal, na África, e duas vezes entre Argentina, Chile, Bolívia e Peru. Fez a cobertura do Rally dos Sertões pela primeira vez em 1999. Já fez a cobertura da Stock Car, a maior prova do automobilismo brasileiro, da MotoGP, Rally RN 1500 e várias outras competições.