Bancos de desenvolvimento vão investir US$ 175 bilhões em transporte sustentável

João Coscelli

20 de junho de 2012 | 10h30

Ônibus híbrido H2+2, movido a hidrogênio, já apresentado durante a Rio+20

Giovana Girardi – O Estado de S. Paulo

Os oito maiores bancos multilaterais de desenvolvimento do mundo anunciaram nesta quarta-feira, 20, um compromisso voluntário de investir US$ 175 bilhões em 10 anos para financiar sistemas sustentáveis de transporte.

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco de Desenvolvimento da Ásia, fez o anúncio nesta manhã no Riocentro, onde ocorre a Rio+20. Ele afirmou que a iniciativa foca o que chamou de um dos problemas para críticos para o desenvolvimento sustentável, considerando os congestionamentos, a poluição, acidentes e em especial a emissões de gases de efeito estufa.

Segundo ele, esses elementos podem representar de 5% a 10% do PIB global por ano. E a expectativa é que até 2035 o setor de transporte se torne o maior emissor de gases-estufa, com 46% das emissões globais, chegando a 80% em 2050.

“A Rio+20 é toda sobre implementação. Então vamos implementar juntos esse componente-chave para o desenvolvimento sustentável”, disse. Prioritariamente, o destino do dinheiro deve ser os governos nacionais, mas, segundo Kuroda, governos municipais e o setor privado também poderão requisitado.

Tudo o que sabemos sobre:

investimentostransportes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.