‘Estamos diante de um vácuo de liderança’, diz Marina Silva

emanuel

18 de junho de 2012 | 14h27

Emanuel Bomfim, no Rio

Em entrevista à Rádio Estadão ESPN nesta segunda, 18, a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva lamentou a falta de lideranças que possam assumir a bandeira do desenvolvimento sustentável na Rio+20. “Nós temos uma mulher no velho mundo, a primeira ministra alemã Angela Merkel, liderando a agenda para socorrer a crise economia, mas não temos ninguém que se dispõe a liderar a agenda para socorrer a humanidade e o planeta da crise ambiental”, afirmou.

ÁUDIO: Ouça 1ª parte da entrevista
ÁUDIO: Ouça 2ª parte
ÁUDIO: Ouça 3ª parte
ÁUDIO: Ouça 4ª parte
VÍDEO: Ouça trecho da entrevista

Marina ainda criticou o rascunho do documento apresentado pelo Brasil e disse que a Conferência das Nações Unidas corre o risco de ter apenas um acordo entre diplomatas. “Eles vão fazer uma negociação burocrática, vão colocar objetivos genéricos”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.