Fã de Schwarzenegger faz plantão na porta de hotel

emanuel

19 de junho de 2012 | 18h33

Clarissa Thomé, do Rio

O desenhista Beto Richart viajou de Barueri, na Grande São Paulo, para o Rio de Janeiro para uma missão quase impossível – entregar uma caricatura feita a grafite do seu ídolo de infância, o ator e ex-governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger, que é esperado na cidade para participar da Rio+20.

Richart chegou às 8 horas à portaria do Hotel Fasano, em Ipanema, na zona sul, e passou o dia ali. Acompanhou a movimentação da Polícia Federal e do Exército, que vistoriou o hotel e arredores. Acompanhou a passagem de inúmeras delegações escoltadas por batedores, que passaram em direção ao Leblon e São Conrado.

“Tem segurança reforçada, mas soube que ele é gente boa, simpático”, disse. Em 2009, Richart conseguiu entregar uma caricatura a Sylvester Stallone, que estava no Rio, gravando um de seus filmes.

betorichart_fabiomotta_620AE.jpg
Beto Richart exibe desenho que pretende entregar a Schwarzenegger (Foto: Fabio Motta/AE)

Tudo o que sabemos sobre:

Arnold Schwarzeneggerrio+20

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: