MST protesta contra ‘capitalismo verde’

João Coscelli

18 de junho de 2012 | 10h51

[galeria id=3413]

Marcelo Gomes – Agência Estado

RIO – Cerca de 3 mil pessoas, segundo os organizadores, participam na manhã desta segunda-feira, 18, de uma caminhada pelas ruas do centro do Rio para protestar contra o que chamam de “capitalismo verde e mercantilização da natureza”. A passeata é organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e pela Via Campesina, e recebeu apoio de dezenas de movimentos sociais.

Manifestantes saíram às 7 horas do Sambódromo, onde estão acampados, desceram pela pista lateral da Avenida Presidente Vargas, ocuparam duas faixas da Avenida Rio Branco e chegaram há pouco ao Aterro do Flamengo, onde, às 10 horas, haverá um ato conjunto em defesa das mulheres trabalhadoras.

“O capitalismo até agora não resolveu o problema da fome no mundo. Somos contra a privatização dos bens naturais, da terra e da água. Se a terra estiver nas mãos dos trabalhadores, eles vão produzir alimento para todos”, Disse Amanda Matheus, coordenadora do MST e da Via Campesina.

A manifestação causou transtornos no trânsito, já que duas das principais avenidas do centro da cidade tiveram de ser interditadas.

Tudo o que sabemos sobre:

MSTprotesto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.