O que a sociedade quer da Rio +20

Sociedade escolhe os 10 temass prioritários para a discussão dos Chefes de Estado.

Paulina Chamorro

17 de junho de 2012 | 18h28

foto_3.JPG

Paulina Chamorro, no Rio de Janeiro

Durante 15 dias a sociedade civil do mundo teve a chance de indicar aos Chefes de Estado que vão participar dos três dias de negociação da Rio+20, no  Riocentro, as suas prioridades sobre o futuro do Planeta.

Esta votação, e a seleção entre os 100 temas, foi pelo site  www.riodialogues.org

É uma iniciativa inédita dentro da conferencias da ONU. Veja o resultado abaixo.

Fica a pergunta: qual dos textos será o mais próximo dos anseios e expectativas do mundo, como resultado da Conferência. Este ou o que sairá das negociações do Riocentro?

1-Cidades Sustentáveis e Inovação
Promover o uso de dejetos como fonte de energia renovável em ambientes urbanos.

2- A Economia do Desenvolvimento Sustentável, incluindo Padrões Sustentáveis de Produção e Consumo
Eliminar progressivamente os subsídios danosos e promover mecanismos fiscais verdes.

3- Desenvolvimento Sustentável como Resposta às Crises Econômicas e Financeiras
Promover reformas fiscais que encoragem proteção ambiental e beneficiem os mais pobres.

4- Energia Sustentável para Todos
Tomar medidas concretas para eliminar subsídios a combustíveis fósseis.

5-Desemprego, Trabalho Decente e Migrações
Colocar a educação no centro da agenda dos objetivos para o desenvolvimento sustentável.

6- Água
Assegurar o suprimento de água por meio da proteção da biodiversidade, dos ecossistemas e das fontes de água.

7- Segurança Alimentar e Nutricional
Promover sistemas alimentares que sejam sustentáveis e contribuam para melhoria da saúde.

8- Desenvolvimento Sustentável para o Combate à Pobreza
Promover a educação em nível global para erradicar a pobreza e atingir o desenvolvimento sustentável.

9- Florestas
Restaurar, até 2020, 150 milhões de hectares de terras desmatadas ou degradadas.

10- Oceanos

Evitar poluição dos oceanos pelo plástico por meio da educação e da colaboração comunitária.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: