A seleção de Costa Rica já tem as passagens de volta após a primeira fase da Copa do Mundo

A seleção de Costa Rica já tem as passagens de volta após a primeira fase da Copa do Mundo

Robson Morelli

22 de maio de 2014 | 13h05

Cometi um equívoco ao trocar Costa Rica por México. Corrige minha fonte que por enquanto somente a Seleção de Costa Rica, que também ficará hospedada em Santos, chegará ao Brasil com as passagem de volta na bagagem. Isso explica tamanho pessimismo relacionado aos sempre alegres e esperançosos mexicanos. Falha minha, amigos. Desculpa. Costa Rica sim tem muito mais motivos para saber que poderá fazer apenas três partidas nesta Copa, afinal ela está no chamado “Grupo da Morte’, com Uruguai, Inglaterra e Itália. Onde você leu então México, leia Costa Rica.

 

A partir desta quinta-feira, esse blogueiro usará o nobre espaço para informar, contar e opinar sobre as coisas da Copa do Mundo. Estarei a partir de segunda em Teresópolis, atrás das notícias da seleção brasileira, uma honra para qualquer repórter. O Brasil e seus personagens serão o foco deste blog, mas isso não impede de você encontrar aqui outras histórias.

Começo com uma do México (que na verdade é Costa Rica), que ficará hospedado na cidade de Santos e também sob os cuidados do lendário time da Vila Belmiro. Digo lendário porque todo mexicano morre de paixão por Pelé por causa da Copa de 1970, sobretudo. Tive o prazer de conhecer a casa de Pelé, onde ele recebeu a reportagem do Estado, ao lado dos companheiros Luis Antônio Prósperi, Eduardo Nicolau e Tom Oliveira, e de entrar em seu ‘museu particular’, onde estava aquele sombreiro que colocaram em sua cabeça ainda em campo após a conquista do tri. A imagem é única.

Os mexicanos escolheram a dedo Santos, talvez na tentativa de receber a visita de Pelé um dia, quem sabe. Isso também vale para os costarriquenhos. Entre algumas exigências esportivas feita ao anfitriões da cidade, a delegação de Costa Rica pediu ingressos para conhecer o Aquário da cidade. Os familiares dos jogadores estarão no País.

O México está no Grupo A da Copa do Mundo, com Brasil, Croácia e Camarões. Briga, teoricamente, pela segunda vaga da chave, uma vez que ninguém duvida (ou duvida?) que o time de Felipão fique em primeiro. Ocorre que os mexicanos (costarriquenhos) já têm em mãos as passagem de volta assim que terminar a primeira etapa. Há dois nomes para isso. O primeiro é planejamento. O segundo é pessimismo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: