Adilson Batista no Vasco

Robson Morelli

20 de outubro de 2009 | 20h39

Nem treinador na liderança da tabela pode dormir sossegado. O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, anda insatisfeito com o rendimento do time, primeiro colocado na Série B do Brasileiro, com 63 pontos. E culpa o técnico Dorival Júnior. Ocorre que o Vascão tinha vencido apenas um dos quatro últimos jogos que disputou antes de bater ontem no ABC e viu o Guarani grudar em seus calcanhares, com 59 pontos. Dinamite então começou a pensar com mais carinho na possibilidade de trocar Dorival por Adilson Batista, que não ficará no Cruzeiro em 2010. Adilson ganha R$ 150 mil por mês em Minas. Dorival embolsa R$ 280 mil mensais no Rio. A diferença dos contratos é absurda. Só que Dorival não tem premiação (oficial) em caso de conquista. Adilson, no Cruzeiro, tem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: