Afastamento de Lucas Crispim do Fortaleza teria a ver com ‘falta de envolvimento’ em outras ocasiões

Afastamento de Lucas Crispim do Fortaleza teria a ver com ‘falta de envolvimento’ em outras ocasiões

Diretoria se recusa a apontar episódios recentes fora de campo para justificar a gota d'água da situação com o clube, muito antes da festa de aniversário que provocou a crise

Robson Morelli

20 de junho de 2022 | 12h32

A informação oficial diz respeito que o Fortaleza não digeriu bem o fato de Lucas Crispim organizar uma festa de aniversário após jogo do time, que vai muito mal no Brasileirão. Nos bastidores, a direção do Fortaleza já estaria farta de tantas bolas fora do jogador nos últimos meses, como outras festas e falta de comprometimento.

O time cai pelas tabelas e faz campanha pífia na temporada, bem diferente do que vinha apresentando em edições anteriores. O presidente do clube não quis depor contra o jogador por entender que ele é um “bom menino”, mas terá de se explicar agora com a repercussão que o caso tomou. Afastar um atleta que bancou uma festa de aniversário em seu dia de folga pegou muito mal para o Fortaleza e seus comandantes. Uma explicação oficial precisa ser dada.

Em nota oficial, o clube tentou justificar a sua decisão relacionando a festa com o momento delicado que o Fortaleza vem passando no Campeonato Brasileiro. “Os atletas, obviamente têm direito ao lazer. No entanto, devem saber que há momentos e formas adequadas para isso”, disse em nota oficial.  Veja a matéria do Estadão.  O jogador recebeu a solidariedade de alguns outros atletas, como Neymar.

Foto: LC Moreira

Tudo o que sabemos sobre:

futebolFortalezaLucas Crispim

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.