Andrés se compromete a pagar a Arena Corinthians. Isso é ótimo!

Dívida do estádio bate em R$ 1,2 bilhão

Robson Morelli

06 de fevereiro de 2018 | 15h14

Não foi com estas exatas palavras, mas em sua primeira entrevista como novo presidente do Corinthians, desta vez sem confusão, Andrés Sanchez garantiu que vai pagar o estádio em Itaquera. Segundo ele, a dívida é de R$ 1,2 bilhão, muito mais do que imaginávamos. Isso se refere, principalmente, a juros, uma vez que o estádio foi entregue para a abertura da Copa do Mundo em 2014. Pagar é uma ótima no futebol, mesmo que muitos clubes e cartolas pensem o contrário. Os dirigentes querem tudo, menos pagar o que devem. Falam em times fortes, contratações, conquistas, folhas de pagamento altas, mas nunca falam em reduzir as dívidas dos clubes.

Não falam porque geralmente não foram eles que fizeram a dívida. No caso de Andrés, foi. Ele é o pai do estádio. Como disse, e é verdade, não tomou as decisões sozinho e foi abalizado pelos seus pares da época no conselho. Mas todo mundo sabe que Andrés fez de tudo para erguer cada tijolo ou mármore do estádio corintiano. Ele fez e agora tem de pagar. Nada mais justo. Isso é bom para o clube. Sem dívidas, o Corinthians será maior, mais limpo, mais forte, mesmo que para isso esse primeiro passo enfraqueça o time por algumas temporadas. O torcedor há de entender.

Tudo o que sabemos sobre:

Corinthiansfutebol

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: