Árbitro de vídeos não vai acabar com os problemas da arbitragem no futebol

Com o VAR, cometeremos injustiças ao direito de errar de todos

Robson Morelli

19 de abril de 2018 | 13h08

Estão apostando alto demais no árbitro de vídeo. Olhar as imagens pela TV, apontar erros e tomar decisões não me parece tão simples assim pelos exemplos que temos vistos por aí. Na Alemanha, um juiz de vídeo mandou os jogadores voltarem do intervalo para cobrar um pênalti que o árbitro de campo não deu. A final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians teve sete para oito minutos de paralisação porque o árbitro de campo se embananou todo para dar e anular um pênalti, influenciado pelos outros árbitros, não o de vídeo, porque não tinha oficialmente, e que implicou diretamente no resultado. Há outros casos de lambanças mesmo com a pretensiosa ajuda da TV.

Entendo a necessidade no mundo atual de evitar erros em todos os setores da sociedade, inclusive no futebol, se é que isso seja mesmo possível, mas gosto da ideia de errar, aprender com os erros, melhorar e evoluir. O árbitro de vídeo acaba com isso. Mas também acaba com o futebol da forma que o conhecemos. Não sei dizer se isso será bom ou ruim. Temos a tendência, depois de certa idade, de achar toda mudança ruim. Essa é minha opinião hoje. Gosto mais do aprimoramento dos profissionais, do desafio de buscar qualidade nas pessoas, no caso, nos árbitros. Tendo a achar que o árbitro de vídeo deixará os juízes de campo verdadeiros bananas, irresponsáveis e sem compromisso com nada. Tomara esteja errado.

É claro que vamos entender o seu processamento melhor e aperfeiçoá-lo a cada rodada nos próximos 100 anos. Mas isso, como disse, deverá descaracterizar o nosso glorioso futebol, das discussões, dos erros e acertos, da raiz, de carne e osso e não de TV. Com o árbitro de vídeo, cometeremos injustiças ao direito de errar de todos, continuaremos a fazer confusão por nada ou por bem pouco. Afinal, cada um vai continuar entendendo as jogadas e lances e pênaltis e faltas do seu próprio jeito.

Tudo o que sabemos sobre:

futebol

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: