Brasileirão 2019 começa neste fim de semana com o desafio de recuperar o prestígio do nosso futebol

Serão 38 rodadas, 380 partidas, premiação gorda, novas regras em campo, a presença do VAR e, tomara, bom futebol

Robson Morelli

26 de abril de 2019 | 12h50

Que bom seria se o Brasileirão 2019 acabasse lá em dezembro com o dever de missão cumprida. Ou seja, que o torneio tivesse sido empolgante para o torcedor brasileiro, que ele sentisse falta do futebol apresentado, que reverenciasse os bons jogadores, os goleiros, os cobradores de falta, os artilheiros, os dribladores, os meias habilidosos, os volantes inteligentes, os zagueiros em condições de ganhar chance na seleção. Enfim, que todos eles, assim como a competição, deixassem saudades. E que o campeão fosse, de fato, um time merecedor não somente pelos pontos somados, mas pelo conjunto da obra.

Para entender o que quero dizer, sem meias palavras, muita gente vai ficar com saudade do Campeonato Inglês e Espanhol, por exemplo. Da Liga dos Campeões. Então, esse Brasileirão 2019 tem este desafio, que não é somente da CBF, mas de todos os clubes envolvidos. É preciso que o torcedor também ajude, dando tranquilidade para os atletas e técnicos de seus respectivos times, respeitando e valorizando o esforço de cada um, acreditando e dando força. Que os técnicos sejam menos covardes e apostem nas vitórias, que percam o medo de perder ou de errar. Que joguem para frente. Que as 380 partidas tenham mais gols, mais dribles, mais alegria, mais jogadas bonitas, mas gols de falta, mais atrevimento. Que os árbitros sejam ‘invisíveis’ em campo e que o VAR apareça bem pouco também.

Que nossos jogadores saíam da mediocridade intelectual e dos discursos pobres, desconexos da realidade. Que não tenham medo de se expor e falar o que pensam, afinal de contas, são eles os protagonistas. Que inventem e que não pensem somente “nas próximas partidas”. Que sintam as derrotas e as vitórias. Que joguem limpo. Enfim, que resgatem o futebol que todos nós gostamos de ver. Assim, lá em dezembro, poderemos falar que o Brasileirão 2019 deixará saudades.

 

Tendências: